Autos Carros Citroën revela C3 Aircross com opções de 5 e 7 lugares

Citroën revela C3 Aircross com opções de 5 e 7 lugares

Crossover compacto será o primeiro do segmento a oferecer opção de 7 lugares e promete rivalizar com a Chevrolet Spin mas chega só no segundo semestre

  • Autos Carros | Marcos Camargo Jr

Resumindo a Notícia
  • SUV compacto será produzido em Porto Real/RJ e exportado para vários países

  • Novidade deverá ter motor 1.6 aspirado e 1.0 turbo produzido pela Fiat

  • Aicross tem 32cm a mais de comprimento em relação ao hatchback

  • Lançamento ao mercado será apenas no segundo semestre

Citroën Divulgação

Em um evento de lançamento global na Índia e no Brasil, para um grupo de jornalistas da América do Sul, a Stellantis revelou o C3 Aircross, novidade que chega ao mercado no segundo semestre. O SUV compacto terá opções de cinco e sete lugares e embora a Citroën ainda não tenha revelado o conteúdo das versões e motorização, há muitas informações importantes a respeito do crossover familiar.

Marcos Camargo Jr

Baseado na plataforma CMP, o C3 Aircross quer ocupar um lugar de destaque como o modelo mais espaçoso do segmento. O visual tem várias diferenças em relação à versão hatch com estilo próprio mas marcadamente diferente como todo Citroën. A grade é maior e os para-choques mais bojudos e destacados deixando o duplo Chevron mais acima e o capô mais curto.

Traseira com moldura superior interligando as lanternas, defletor de ar e para-choque mais destacado na traseira

Traseira com moldura superior interligando as lanternas, defletor de ar e para-choque mais destacado na traseira

Marcos Camargo jr

Nas laterais, molduras de para-lamas e um friso que relembra os "air bumps" e a traseira mais larga com lanternas em "C" voltada para a parte externa. Segundo a Citroën todas as versões terão teto bitom. Ainda na traseira, defletor de ar, uma extensão dos para-choques e uma moldura unindo as lanternas marcam o desenho diferente do C3 Aircross.

Citroën Divulgação

Por dentro, embora use a mesma estrutura do C3 com sua aparente simplicidade há novos tipos de apliques nas molduras para sugerir um modelo mais caro. As saídas de ar especialmente as maiores nas extremidades, porta objetos sobre o painel e outros elementos são os mesmos do hatch. Nas duas versões exibidas no evento, uma de cinco e outa de sete lugares, dá para notar duas alavancas de transmissão diferentes. Isso porque o Aircross deve oferecer o 1.6 EC5 aspirado de 120cv e câmbio automático tradicional de seis marchas nas versões de entrada e 1.0 turbo (já usado no Pulse) de 130cv com câmbio CVT nas mais caras.

Citroën Divulgação

Segundo o comunicado de imprensa, o Citroën Aircross irá oferecer opção de painel digital TFT de 7 polegadas mas que certamente não estará em todas as versões. A multimídia de dez polegadas que surgiu no C3 hatch deverá ser item de série para os clientes do novo produto.

Dimensões mais generosas

Marcos Camargo Jr

Na apresentação ao vivo se nota que a proposta do C3 Aircross é oferecer um produto com maior espaço interno. O banco traseiro parece bem recuado em relação aos dianteiros oferecendo bom espaço aos passageiros. Só pudemos abrir o Aircross de 5 lugares durante o evento. A versão de sete lugares ficou fechada provavelmente porque algumas peças internas ainda não estão validadas.

Citroën Divulgação

No modelo de cinco lugares destaque para o porta-malas bem generoso de 482 litros enquanto a de sete lugares terá 511 litros mas rebatendo a útlima fileira. Ele terá 4,32m de comprimento, 34 a mais que o C3 hatch, 1,80m de largura e 2,67m de entre-eixos (13cm a mais que o hatch). A altura em relação ao solo será de 20cm, bem generosa para os padrões do segmento.

Marcos Camargo Jr

"O C3 Aircross é o segundo produto do projeto C-Cubed que inclui três novos modelos até 2024. O primeiro foi o Citroën C3 que foi extremamente bem recebido na região com mais de 16 mil unidades vendidas até o momento. O Aircross está em um segmento extremamente competitivo, com design único, presença imponente e altos níveis de segurança e conforto", disse Antonio Filosa, CEO da Stellantis durante o evento de lançamento.

Citroën Divulgação

O novo C-Cubed da Citroën foi desenvolvido por um time de engenheiros da América do Sul e da Ìndia onde ele foi apresentado de forma simultânea hoje. Seguindo a fórmula do modelo hatch, 70% dos componentes serão nacionais e os testes com o SUV envolveram meio milhão de quilômetros rodados "do deserto do Atacama, à Patagônia e o Nordeste brasileiro", disse Antonio Filosa.

Por que tão longe?

Citroën Divulgação

O lançamento efetivo do C3 Aircross será no segundo semestre. Segundo executivos que conversaram informalmente com a nossa reportagem a intenção além de gerar notícias é estabelecer uma nova proposta e construir um público novo para o Aircross. "Vamos preparando o caminho para quem até o momento não olhava para a marca Citroën", disse uma fonte.

E a estratégia está correta vide o sucesso do C3 hatch que vem aparecendo entre os modelos mais vendidos do país com preço competitivo. Especula-se que o Aircross tenha preço entre R$ 100 e 135 mil conforme a versão, preço mais que interessante tendo em vista que os SUVs compactos de entrada sem opção de sete lugares custam a partir de R$ 130 mil e o único modelo de sete lugares na faixa inicial de R$ 200 é o Jeep Commander. Até lá o C3 Aircross terá tempo de se credenciar como importante player de um segmento cheio de bons produtos inclusive do grupo Stellantis como o Fiat Fastback e Pulse, Jeep Renegade, Citroën C4 Cactus (que continua em produção) e Peugeot 2008 que só deve ser renovado no próximo ano.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas