Autos Carros [Coronavírus] o que as montadoras estão fazendo na crise? 

[Coronavírus] o que as montadoras estão fazendo na crise? 

Fábricas paralisadas se unem ao esforço de combate ao COVID-19

  • Autos Carros | Do R7

Em tempos de coronavírus, o mundo viu populações se unindo para o combate do vírus que já matou mais de 58 mil pessoas, segundo dados divulgados pela Organização Social da Saúde. Empresas de todos os setores trabalham para ajudar, de alguma forma, a população. As montadoras se unem neste esforço e também contribuem para reduzir os efeitos da pandemia.

Divulgação

A FCA, das marcas Jeep e Fiat no Brasil, contribuiu para a instalação de hospitais de campanha tanto em Betim/MG quanto Goiana/PE com um total de 300 leitos.
A empresa também doou equipamentos médicos como máscaras, luvas, macacões e outros insumos além de colaborar na produção de respiradores pulmonares.

A montadora ainda colabora com a produção dos respiradores pulmonares com recursos, profissionais e conhecimento. O Grupo atua nas áreas de compras, logísticas e engenharias para ajudar na construção dos equipamentos hospitalares e entrega em curto prazo, atendendo a comunidade que mais necessita. Carros já estão em comodato, assim como foram doadas máscaras, luvas e macacões médicos.

Divulgação

A Chevrolet se propôs a consertar os respiradores que não estão funcionando no país unindo mão de obra e equipamentos disponíveis nas fábricas da GM. Inicialmente 3.000 equipamentos serão reparados. O mesmo ocorre nos Estados Unidos onde unidades localizadas no norte. O país ainda fabricará respiradores, já  que se tornou líder nos novos casos de COVID-19.

Divulgação

A Volkswagen disponibilizou uma frota de 100 veículos como apoio no transporte de medicamentos e deslocamento de profissionais da saúde nas Prefeituras de São Bernardo do Campo/SP, Taubaté/SP, São Carlos/SP, São José dos Pinhais/PR. Também foram doadas 2.000 máscaras do tipo 3M PFF-2 aos profissionais da saúde.

Divulgação

A Ford também trabalha fortemente no combate ao coronavírus. A montadora anunciou essa semana que vai produzir inicialmente em suas fábricas em Camaçari (BA) e Pacheco (Argentina) 50 mil máscaras de proteção facial feitas com acetato. A marca também irá consertar respiradores e dará apoio aos esforços da Cruz Vermelha cedendo carros para o transporte de profissionais e insumos, ação que será implantada em toda a América do Sul.

Divulgação

A Hyundai iniciou nesta semana o programa "Transporte Solidário" que se une aos esforços de combate ao coronavírus (COVID-19) para transportar profissionais de saúde e idosos com mais de 60 anos usando os carros de frota da marca.

O projeto piloto começou em Florianópolis em parceria com o Grupo Geração com dez carros que eram usados como teste drive neste novo serviço de apoio que funciona mediante agendamento.

Divulgação

A Honda Motos da Amazônia está desenvolvendo protótipos de respiradores em parceria com o Governo do Amazonas e a Universidade do Estado do Amazonas. A Honda Automóveis instalou em Sumaré/SP uma unidade para conserto de respiradores artificiais que serão coletados, higienizados e reparados em parceria com a LAC, empresa especializada em equipamentos médicos.

Divulgação

A Toyota anunciou a doação de quatro Hilux adaptadas para ambulâncias e 30 mil frascos de álcool gel ao Governo do Estado de São Paulo por meio da Fundação Toyota do Brasil. A marca também divulgou apoio na ação de conserto dos respiradores artificiais em parceria com o Senai.

Divulgação

A Mercedes-Benz anunciou uma parceria com o Instituto Mauá de Tecnologia e profissionais de áreas médicas para o desenvolvimento de respiradores utilizando como matéria-prima peças da indústria automotiva.

Divulgação

A Scania e a Renault também irão consertar respiradores artificiais em suas fábricas. A Scania está produzindo máscaras de acetato e equipamentos com impressoras 3D e a Renault cedeu 10 veículos para as autoridades do estado do Paraná bem como está consertando 11 ambulâncias que estavam fora de operação. A PSA, dona das marcas Peugeot e Citroen, também está produzindo protetores faciais com auxílio de impressoras 3D. A montagem será feita dentro da fábrica de Porto Real/RJ. Outras empresas de autopeças também integram o programa de produção de EPIs e equipamentos requeridos para combater a pandemia.

Divulgação

A Tesla, através do seu fundador Elon Musk, anunciou que vai fornecer gratuitamente ventiladores pulmonares a hospitais do mundo inteiro.

Últimas