Autos Carros De surpresa, McLaren Sabre surge nos EUA com 835cv

De surpresa, McLaren Sabre surge nos EUA com 835cv

Concessionária da Califórnia exibe Sabre que terá apenas 15 unidades fabricadas no mundo e surpreende pelo conjunto a combustão com oito cilindros de alta potência

  • Autos Carros | Marcos Camargo Jr

Superesportivo revelado nos EUA tem motor V8 central traseiro de 835cv

Superesportivo revelado nos EUA tem motor V8 central traseiro de 835cv

McLaren Divulgação

Um concessionário da McLaren na Califórnia revelou hoje o novo modelo Sabre que terá somente 15 unidades produzidas com o motor V8 mais rápido produzido pela marca até hoje.

Com cauda alongada e descendente e dianteira curta o Sabre guarda semelhança com o McLaren Senna

Com cauda alongada e descendente e dianteira curta o Sabre guarda semelhança com o McLaren Senna

McLaren

O Sabre tem visual específico com altura elevada e traseira com uma espécie de "cauda longa" que abriga o conjunto mecânico de forma bastante original. Com dois lugares, o estilo de superesportivo fica ainda mais evidente pelos dados divulgados pela marca.

Concessionária McLaren em São Francisco: há 3 unidades só na Califórnia (no Brasil temos uma em SP)

Concessionária McLaren em São Francisco: há 3 unidades só na Califórnia (no Brasil temos uma em SP)

MCLaren

Diferente do que se especulava, o Sabre não tem conjunto mecânico híbrido de 1.000cv mas sim tradicional V8 com 835 cv e torque de aproximadamente 81,5 kgfm. No entanto, nenhum dado técnico do Sabre foi divulgado e confirmado até o momento. Informações sobre a transmissão, suspensão e frenagem serão revelados oportunamente.

McLaren Divulgação

Apesar disso a McLaren já entregou a primeira das 15 unidades que farão parte da série Sabre. O preço também não foi revelado mas isso não é tão relevante uma vez que todos os exemplares já estão vendidos. Apesar da origem inglesa a McLaren destinará seus Sabres somente aos Estados Unidos já que alguns itens presentes no carro não podem ser homologados pelas rígidas normas na Europa.

Últimas