Autos Carros Em acordo inédito, Agrale e FNM vão produzir caminhões elétricos para a Ambev

Em acordo inédito, Agrale e FNM vão produzir caminhões elétricos para a Ambev

Parceria não teve investimento revelado mas união das marcas mostra tendência no setor de transportes 

Um acordo inédito entre a Agrale e a FNM, sigla antiga da marca que pertenceu à Fiat e Alfa Romeo, resultará no maior acordo de produção de veículos elétricos do país até hoje

Um acordo inédito entre a Agrale e a FNM, sigla antiga da marca que pertenceu à Fiat e Alfa Romeo, resultará no maior acordo de produção de veículos elétricos do país até hoje

Divulgação FNM

Um acordo inédito entre a Agrale e a FNM, sigla antiga da marca que pertenceu à Fiat e Alfa Romeo, resultará no maior acordo de produção de veículos elétricos do país até hoje. A sigla agora significa Fábrica Nacional de Mobilidades e resultará na produção de 1.000 caminhões urbanos elétricos para atender a demanda da AMBEV.

A gigante de bebidas quer alcançar metade de sua frota 100% livre de emissões até 2023. Para isso usará caminhões elétricos para a entrega de bebidas.

Os veículos serão equipados com motor elétrico de 355cv e autonomia de 130 quilômetros

Os veículos serão equipados com motor elétrico de 355cv e autonomia de 130 quilômetros

Divulgação FNM

Os veículos serão equipados com motor elétrico de 355cv e autonomia de 130 quilômetros, o que fará dos caminhões aliados importantes nas entregas em perímetro urbano. Os caminhões FNM serão produzidos na fábrica da Agrale em Caxias do Sul (RS).

A empresa promete um veículo tecnológico equipado com sistemas de alerta de mudança de faixa

A empresa promete um veículo tecnológico equipado com sistemas de alerta de mudança de faixa

Divulgação FNM

A empresa promete um veículo tecnológico equipado com sistemas de alerta de mudança de faixa, câmeras de monitoramento, sistema anticolisão e toda a conexão com os sistemas de gerenciamento de entregas.

Além da FNM a Ambev já encomendou 1600 caminhões da linha e-Delivery que serão produzidos em Resende (RJ)

Além da FNM a Ambev já encomendou 1600 caminhões da linha e-Delivery que serão produzidos em Resende (RJ)

Divulgação FNM

Além da FNM a Ambev já encomendou 1600 caminhões da linha e-Delivery que serão produzidos em Resende (RJ). As primeiras 100 unidades serão produzidas e entregues este ano.

Últimas