Autos Carros Jeep Renegade Trailhawk 2022: economia com motor diesel e tração 4X4

Jeep Renegade Trailhawk 2022: economia com motor diesel e tração 4X4

Crossover tem itens como a nova multimídia e o já conhecido motor diesel com 170cv

Resumindo a Notícia

  • Motor tem 35,5kgfm de torque
  • Crossover tem câmbio ZF de nove velocidades
  • Modelo custa R$ 189,2 mil com o teto panorâmico
  • Versão avaliada é vendida por R$ 178,6 mil
Modelo tem potência suficiente e tração 4X4 que é seu maior diferencial

Modelo tem potência suficiente e tração 4X4 que é seu maior diferencial

Jeep/Divulgação

O Renegade é um dos crossovers mais bem-sucedidos da história. Mesmo com quase seis anos de vida sem mudanças profundas, segue liderando o segmento com mais de 55.000 unidades emplacadas ao longo de 2021. No ano passado perdeu o pódio para o T-Cross por 3.200 unidades. Isso se deve à versatilidade e amplas opções do Renegade vendido em configurações acessíveis e mais caras e equipadas como a Trailhawk 2022 avaliada pelo R7-Autos Carros.

RENEGADE MOAB: a versão mais barata do Jeep Diesel! Veja teste, review e consumo do motor 2.0 diesel. Veja o vídeo!

Primeiro vale a pena reforçar: o Renegade diesel não tem nenhuma relação com o modelo que adota motor 1.8 e.TorQ flex. São carros diametralmente opostos em tudo. O modelo Trailhawk usa o motor 2.0 Multijet turbodiesel com 170cv e 35,5kgfm de torque com tração 4X4 associado ao câmbio ZF de nove marchas. Custa caro: R$ 176,9 mil e sai por R$ 178,6 mil adicionado a cor azul metálica como o modelo avaliado ou ainda R$ 189,2 mil com o teto panorâmico. Mas ele realmente vale tudo isso?

Câmbio de nove marchas ajuda a chegar à rotação mais baixa na estrada favorecendo a economia de combustível

Câmbio de nove marchas ajuda a chegar à rotação mais baixa na estrada favorecendo a economia de combustível

Jeep/Divulgação

A Jeep entrega o seu Renegade mais bem equipado com uma ampla lista de itens de série. Além de todo o conjunto mecânico associado ao motor diesel o modelo tem ar condicionado digital dual zone, multimídia com 8,4´´ com espelhamento para Apple CarPlay e Android Auto sem fio e sistema de aplicativo e monitoramento Adventure Intelligence, painel digital de 7 polegadas, conjunto de seis alto falantes, faróis e lanternas em LED, bancos em couro, chave presencial com alarme e vidros elétricos com função um toque entre outros elementos de série como direção elétrica, freio de estacionamento com acionamento elétrico, sete airbags, controle de tração e estabilidade, auxílio de partida em rampas, câmera e sensor de ré.

SUV vem equipado com teto solar panorâmico

SUV vem equipado com teto solar panorâmico

Jeep/Divulgação

Rotina valente e econômica
Avaliamos o Jeep Renegade ao longo de 1600 quilômetros rodados especialmente em circuito rodoviário e pequenos trechos de terra. O motor Multijet não teve mudança significativa ao longo dos últimos anos. Tem potência suficiente e tração 4X4 que é seu maior diferencial. Econômico na estrada, fez uma média geral de 16km por litro, considerando os trechos arenosos e de lama ao longo da viagem.

Motor Multijet não teve mudança significativa ao longo dos últimos anos

Motor Multijet não teve mudança significativa ao longo dos últimos anos

Jeep/Divulgação

A aceleração do motor Multijet mesmo prejudicada pela aerodinâmica do Renegade é ponto alto do carro. Há força para sair de buracos, vencer a lama e manter o controle em pistas de areia com bastante segurança. O câmbio de nove marchas ajuda a chegar à rotação mais baixa na estrada favorecendo a economia de combustível.

Crossover fez uma média geral de 16km por litro

Crossover fez uma média geral de 16km por litro

Marcos Camargo Jr. 20.10.2021

A mudança na linha 2022 está principalmente na multimídia que tem novo software e novidades úteis como a navegação nativa, muito útil em locais sem sinal de celular onde os sistemas de navegação Waze e Google Maps não funcionam. Por meio do aplicativo é possível controlar o carro e também fazer a localização ativa. Há, inclusive, como limitar o percurso e a velocidade do carro por meio do Adventure Intelligence, algo que nenhum modelo concorrente oferece. Já o roteamento de wi-fi, que o Renegade ganhou na linha 2022, já está disponível em alguns modelos de outras marcas.

Multimídia tem novo software e novidades úteis como a navegação nativa

Multimídia tem novo software e novidades úteis como a navegação nativa

Jeep/Divulgação

Espaço para passageiros é bom já o de bagagens
Uma limitação do Renegade segue presente na linha 2022. Apesar da boa e ampla cabine suficiente para uma viagem de cinco passageiros (todo o trecho de 1.600km foi cumprido com cinco pessoas a bordo e bagagem), o porta-malas segue sendo limitado. São apenas 320 litros de capacidade em um compartimento raso o que exigiu um bom exercício de racionalização de espaço onde usamos até mesmo compartimento extra sob o banco do passageiro, porta-luvas e porta-objetos. Ainda assim, o compartimento equivale ao de um modelo hatch e certamente é uma limitação presente.

Por meio do aplicativo é possível controlar o carro e também fazer a localização ativa

Por meio do aplicativo é possível controlar o carro e também fazer a localização ativa

Jeep/Divulgação

O valor de quase R$ 190 mil é certamente bem alto para um modelo deste porte. Mas comparando com os concorrentes, sendo que nenhum deles traz opção diesel, a versatilidade do Renegade 4X4 o faz hábil para chegar onde os concorrentes não chegam. Hoje, os modelos mais vendidos do mercado são o Volkswagen T-Cross, Nissan Kicks e Hyundai Creta, citando apenas os mais bem colocados nas vendas.

Últimas