Autos Carros Novo Ford Bronco Wildtrak surpreende no off road: R7 já testou

Novo Ford Bronco Wildtrak surpreende no off road: R7 já testou

Avaliamos a novidade que chega ao país em versão única por R$ 256,9 mil e itens como controle de cruzeiro adaptativo, suspensão com leitor automático das condições de terreno e interior premium

  • Autos Carros | Marcos Camargo Jr.

Resumindo a Notícia

  • Modelo tem generosos 2,63m de entre-eixos
  • Carro acelera de 0-100km/h em 7,2s
  • Central multimídia de oito polegadas conta com sistema Sync3
  • Motor 2.0 Ecoboost turbo com injeção direta entrega 240cv
SUV tem 30,4 º de ângulo de entrada e 33,1 º de saída

SUV tem 30,4 º de ângulo de entrada e 33,1 º de saída

Marcos Camargo Jr. 20.05.2021

Após a apresentação do Ford Bronco, o R7 conheceu a novidade em uma apresentação estática e agora testamos pela primeira vez o crossover médio que vem com posicionamento premium e uma proposta interessante: um veículo familiar com tração 4x4, acabamento de boa qualidade e tecnologias únicas para o segmento. Por R$ 256,9 mil, o Bronco Wildtrak é a primeira versão a ser oferecida no mercado nacional importada do México.

Com perfil elevado e cheio de ângulos retos, o Bronco retoma a tradição do antigo crossover pequeno da marca que chegou ao mercado em 1966 e ficou até 1996. Agora o Bronco abre mão do chassi com estrutura monobloco, faróis arredondados e 22,3cm de altura do solo. Nas dimensões são 4,36m, 1,93m de largura e 1,81m de altura com generosos 2,63m de entre-eixos. O porte é de SUV médio como o Compass mas com atributos de fora de estrada que o modelo da Jeep só tem na versão diesel 4X4.

Consumo no trajeto off-road e alta velocidade o computador de bordo ficou em 4,5km/l

Consumo no trajeto off-road e alta velocidade o computador de bordo ficou em 4,5km/l

Ford/Reprodução

A fórmula é nova: motor 2.0 Ecoboost turbo com injeção direta com 240cv de potência e elevados 38kgfm de torque a gasolina (ponto negativo no mercado nacional). A transmissão é automática de oito marchas e tração 4x4, controle de tração e estabilidade, freio disco nas quatro rodas e um novo sistema de parâmetros de motor denominado GOAT (“Goes Over Any Terrain” ou passa por qualquer terreno em tradução livre). São sete modos distintos de condução incluindo “areia”, “lama”, “customizado” entre outros que ajustam rapidamente as respostas de aceleração, tração e frenagem para uma melhor performance.

Novo crossover da Ford tem desempenho que surpreende e conforto condizente com a sua proposta

Novo crossover da Ford tem desempenho que surpreende e conforto condizente com a sua proposta

Ford/Reprodução

Mas vale a pena comprar um produto mais caro que os concorrentes a esta altura do campeonato? Um veículo novo em uma marca em reformulação custando mais que os concorrentes? A ver…

Na lama surpreende
Em um primeiro contato com o Bronco testamos o modelo em um trajeto off road da pista de testes em Tatuí, no interior paulista, e também no dia a dia em ruas e estradas. Com dimensões generosas é fácil conduzir o carro onde se vê o capô elevado nas extremidades e isso ajuda na famosa noção de espaço. Ele tem 30,4 º de ângulo de entrada e 33,1 º de saída contribuindo para um desempenho surpreendente em buracos e valetas com auxílio dos pneus de uso misto 225/65 R17 Pirelli Scorpion.

Modelo tem sistema de som Bang&Olufsen com 10 alto falantes e subwoofer

Modelo tem sistema de som Bang&Olufsen com 10 alto falantes e subwoofer

Ford/Reprodução

Com conforto aceleramos o Bronco em pistas de areia, subidas íngremes e até terrenos alagados que mesmo em um ambiente controlado deram uma boa ideia do que o crossover da Ford é capaz. Um ponto de destaque é mesmo a tranquilidade a bordo. No Bronco estreia uma suspensão com tecnologia denominada HOSS, com componentes mais leves e duráveis: o eixo dianteiro é 40% mais leve, os amortecedores fazem uma leitura das vibrações e o sistema traseiro em alumínio torna o conjunto mais responsivo e igualmente leve.

Crossover se destaca pelo silêncio e estabilidade

Crossover se destaca pelo silêncio e estabilidade

Ford/Reprodução

Em um trajeto alagado a tração respondeu com segurança e ainda há “mimos” como a câmera de 180 graus com sistema de limpeza, muito útil ao passar por lama ou mesmo na chuva.

No dia a dia é chamativo
Após a primeira experiência com o Bronco recebemos o carro por um intervalo de 3 dias onde foi possível levá-lo para a estrada e também sob o trânsito intenso. Novamente o conforto é ponto de destaque com materiais de boa qualidade em todo o carro. No cluster há um painel de 6,5 polegadas de alta qualidade e multimídia de oito polegadas com sistema Sync3, som assinado pela marca Bang&Olufsen com 10 alto falantes e subwoofer. Faz falta o espelhamento sem fio Android Auto e Apple CarPlay e o rebatimento elétrico dos retrovisores, ainda mais por conta do porte elevado do Bronco e da largura de quase dois metros.

Transmissão é automática de oito marchas e tração 4x4

Transmissão é automática de oito marchas e tração 4x4

Ford/Reprodução

Com este conjunto e graças ao porte o Ford Bronco chama a atenção em todos os lugares que visitamos. O público percebeu a ausência do logotipo da Ford dianteira mas a qualidade do acabamento foi elogiada por quem viu o modelo de perto. Farois em LED, pintura biton, soluções interessantes como a mesa retrátil integrada ao porta-malas com direito a um abridor de garrafas são detalhes que tornam o uso do Ford Bronco mais divertido.

Modelo tem 1,93m de largura

Modelo tem 1,93m de largura

Ford/Reprodução

Mesmo com 1.718kg o Bronco Sport mostra muita agilidade e o peso correto da direção mas a impressão é de estar a bordo de um carro maior. Segundo a Ford ele acelera de 0-100km/h em 7,2s. Dentro da pista de testes em Tatuí chegamos a quase 180km/h com o crossover que se destacou pelo silêncio e estabilidade, novamente favorecido pelas dimensões generosas.

SUV conta com novo sistema de parâmetros de motor denominado GOAT

SUV conta com novo sistema de parâmetros de motor denominado GOAT

Ford/Reprodução

Em termos de consumo no trajeto off-road e alta velocidade o computador de bordo ficou em 4,5km/l, na cidade ficou em uma média de 7,5km/l e na estrada 11,5km/l. Uma pena beber somente gasolina. E aí fica o questionamento se vale a pena apostar no Bronco? A Ford mira modelos como o Discovery Sport que é bem mais caro mas em termos de conjunto a comparação é correta. O novo crossover da Ford tem desempenho que surpreende e conforto condizente com a sua proposta ainda que custe mais do que modelos médios tradicionais como Compass, Equinox, Tiguan, Taos e Corolla Cross. Por R$ 256,9 mil ele custa mais porém entrega com folga itens esperados para a sua proposta.

Últimas