Autos Carros Renault Sandero perde sua última versão com câmbio CVT

Renault Sandero perde sua última versão com câmbio CVT

GT Line, última versão disponível, deixa catálogo da Renault que vai focar somente nos SUVs Captur e Duster

  • Autos Carros | Marcos Camargo Jr

Resumindo a Notícia

  • Sandero GT Line 1.6 CVT sai de linha para 2021
  • Marca foca seu compacto somente em versões mais em conta
  • Versão que saiu de linha ficou somente 6 meses em produção
  • Foco da marca serão os SUVs
Sandero 1.6 CVT já não é mais oferecido na linha da Renault em 2021

Sandero 1.6 CVT já não é mais oferecido na linha da Renault em 2021

Marcos Camargo Jr

A Renault decidiu tirar de linha a última opção automática do Sandero, a GT Line, vendida por R$ 73 mil. O modelo já não aparece no site da montadora que em agosto havia tirado de produção as versões Zen, Intense e Iconic, equipadas com motor 1.6 e transmissão X-tronix CVT.

Única versão com a carroceria do Sandero é o Stepway hoje descolado da linha do compacto

Única versão com a carroceria do Sandero é o Stepway hoje descolado da linha do compacto

Marcos Camargo Jr

Apesar disso, o Stepway continua dispondo de câmbio automático por R$ 87.090,00. Vale notar que ele é mais caro que o Duster 1.6 Zen CVT, oferecido em concessionárias na faixa de R$ 83 mil. 

Compacto da Renault foi remodelado em 2019

Compacto da Renault foi remodelado em 2019

Marcos Camargo Jr

Com as mudanças o portfólio do Renault Sandero continua com versões 1.0SCe (82cv e 10,5kgfm de torque) e 1.6SCe (118cv e 16kgfm de torque) nas versões Life, Zen, GT Line e RS, esta equipada com o motor 2.0 mas sempre com câmbio manual.

Renault Divulgação

E assim a Renault fortalece o foco nos crossovers mantendo somente o Stepway, hoje já "descolado" do Sandero com opção de câmbio automático CVT. Vale lembrar que em 2021 o Duster e o Captur deverão ser oferecidos com motor 1,3 litro turbo, opção virá em um segundo momento para o Sandero e Logan possivelmente de volta com versão automática.

Últimas