Autos Carros SPTrans inicia testes em ônibus elétricos da chinesa Higer Bus

SPTrans inicia testes em ônibus elétricos da chinesa Higer Bus

Modelo é voltado para o transporte urbano e tem capacidade para 70 passageiros

Resumindo a Notícia

  • Veículo tem autonomia de 270 km
  • Tempo de recarga da bateria é de 8 horas
  • Modelo tem 12,2 metros de comprimento
  • Ônibus tem piso baixo, suspensão a ar e conectividade para os passageiros com carregadores USB e Wi-
Azure A12BR é uma das opções da Higer que produz vans, microônibus, modelos de dois andares

Azure A12BR é uma das opções da Higer que produz vans, microônibus, modelos de dois andares

Higer Bus/Divulgação

A Higer Bus anunciou nesta semana que pretende construir uma fábrica para montar ônibus elétricos e outros veículos comerciais no país. A SPTrans, empresa que opera o transporte público de São Paulo, vai testar nos próximos meses o Azure A12BR, um ônibus voltado ao transporte urbano com capacidade para 70 passageiros. O R7-Autos Carros entrou em contato com a empresa ao longo desta semana para conhecer os detalhes do projeto alinhado aos planos de eletrificação da frota de transporte urbano.

A marca chinesa que já tem uma unidade do Azure A12BR no país, inicia o processo de avaliação dos engenheiros da prefeitura de SP no próximo dia 22. Depois serão feitos os testes de rodagem nas ruas e avenidas da capital paulista para validação em diversas condições por mais dez dias. Só com a homologação, o veículo pode ser aprovado para homologação. A assessoria de imprensa da TEVX Motors, empresa responsável pela comercialização da marca no mercado, pretende importar centenas de unidades do ônibus elétrico e só então avalia montar os veículos no mercado o que deve acontecer no primeiro trimestre de 2022, no máximo até o final do primeiro semestre. Ainda segundo a empresa, fabricantes como Dana, ZF, Valeo, Bosch e Siemens estão envolvidas na operação o que, na avaliação dos executivos da TEVX, facilita a manutenção no futuro.

Modelo tem capacidade para 70 pessoas

Modelo tem capacidade para 70 pessoas

Higer Bus/Divulgação

No entanto, o modelo de comercialização não será o da tradicional compra via empresas concessionárias. A TEVX ficará responsável pelo pós-venda e manutenção dos veículos que serão alugados gerando renda recorrente para a empresa. Mas isso, claro, depende do sucesso no processo de homologação. Apesar dos planos de montagem local, a data exata não foi definida. Mas há um plano de viabilizar o projeto em 2023.

Novidade importada
O modelo Azure A12BR de uso urbano é uma das opções da Higer que produz vans, microônibus, modelos de dois andares e também versões rodoviárias. Tem 12,2 metros de comprimento, piso baixo, suspensão a ar e conectividade para os passageiros com carregadores USB e Wi-Fi. O veículo tem autonomia de 270 km com tempo de recarga de 3 horas. A vida útil das baterias é de oito anos.

Veículo tem autonomia de 270 km

Veículo tem autonomia de 270 km

Higer Bus/Divulgação

A Higer Bus foi fundada em 1998 e exporta para 128 países tendo 10% de market share no mercado chinês que é o maior do mundo. A fábrica do grupo fica em Souzhou, na China, tem 4.000 funcionários e capacidade para produzir 35.000 unidades por ano.

Mercado a ser explorado
A oferta de veículos elétricos para a prefeitura paulista não é uma novidade. Em 2019, 15 ônibus urbanos da BYD começaram a rodar em algumas linhas de São Paulo por meio da empresa Transwolff. Os veículos tem autonomia declarada entre 250 e 300 quilômetros.

Tempo de recarga é de 3 horas

Tempo de recarga é de 3 horas

Higer Bus/Divulgação

Antes dessa fase, São Paulo já teve uma frota maior de veículos elétricos ainda usando tecnologia de transferência de energia por cabos aéreos, os icônicos trólebus que chegaram a ser fabricados pela antiga CMTC, empresa municipal de transporte urbano.

Últimas