Autos Carros Stellantis inicia produção dos motores turbo em Betim

Stellantis inicia produção dos motores turbo em Betim

Planta de motores mineira terá capacidade de produção de 100 mil motores por ano para as marcas Fiat, Jeep alem de Peugeot e Citroën

Resumindo a Notícia

  • Marca fez investimento de R$ 400 milhões
  • Montadora quer produzir 100 motores por ano
  • Motor será 1.3 de 150cv ou 180cv
  • Trem de força deve equipar Fiat Toro e Jeep Compass
Marca fez investimento de R$ 400 milhões

Marca fez investimento de R$ 400 milhões

Fiat/Reprodução

A Stellantis divulgou hoje (10) que a fábrica da Fiat em Betim, Minas Gerais, começou a produção dos motores GSE Turbo. Para o início da produção o grupo precisou de um investimento de R$ 400 milhões para produzir cerca de 100 mil motores por ano. O plano foi iniciado em 2019 mas teve que ser adiado em função da pandemia.

Quais carros vão usar os motores 1.0 e 1.3 turbo da FCA? Veja o vídeo!

Esta é a primeira fase da planta que começa a fabricar imediatamente o motor de quatro cilindros turbo e, ainda em 2021, terá expansão com novos investimentos adicionais da ordem de R$ 100 milhões e o início da produção do propulsor de três cilindros turbo. Inicialmente o motor que 1.3 de 150cv ou 180cv será fabricado e deve equipar novas versões da pick-up Fiat Toro e do Jeep Compass, ambos prestes a receber um facelift na linha 2022.

FIAT TORO ULTRA - avaliação: é uma pick-up ou SUV? Vale a pena pagar R$ 172 mil por esta versão? Veja o vídeo!

“A Stellantis abre uma nova era para nossa presença sustentável na América Latina e o início da produção desse motor GSE Turbo de classe mundial é uma grande notícia para a economia brasileira. Estou convencido de que nossos talentosos e comprometidos funcionários farão o possível para garantir a satisfação de nossos clientes”, disse o CEO da Stellantis, Carlos Tavares, por ocasião de sua primeira visita ao Brasil desde a criação da Stellantis, em janeiro.

Motores

A novidade do grupo Stellantis traz a tecnologia MultiAir, que permite o controle totalmente flexível da duração e da elevação das válvulas de admissão, além do controle de carga do motor sem gerar perdas de bombeamento e contribuindo para reduzir o consumo de combustível do motor em operações de baixa e média carga.

Montadora pretende produzir 100 mil por ano

Montadora pretende produzir 100 mil por ano

Fiat/Reprodução

Equipados com um sistema de combustão inovador para motores de pequena cilindrada os propulsores 1.0 e 1.3 GSE utilizam injeção direta de combustível alinhando-se à tecnologia disponível nas marcas Volkswagen (TSi) e Hyundai (TGDI) de fabricação nacional.

JEEP COMPASS 2021 preço e o que mudou? Review completo e opinião sincera. Veja o vídeo!

O motor turbo 1.3 de quatro cilindros terá 180cv e 27,5kgfm de torque. Já o motor 1.0 turbo de três cilindros ainda não teve desempenho revelado e deve ter produção iniciada dentro de alguns meses para equipar produtos como a Fiat Strada, além do Argo e Cronos mas também produtos como o novo SUV da Citroën e até o Peugeot 208.

Lançamento

A Stellantis ainda não confirmou quando os novos motores ganharão as ruas. Sem confirmação do grupo o R7 apurou com fontes ligadas às montadoras que maio deve marcar o lançamento da Fiat Toro e do Jeep Compass. O Renegade deve ser renovado no segundo semestre usando o mesmo motor 1.3 que terá também versão de 150cv. Ainda assim, fontes da marca revelam que o motor e.TorQ aspirado 1.8 seguirá sendo oferecido normalmente pelo menos por mais 2 ou 3 anos.

RENEGADE DIESEL USADO VALE A PENA? Preço das peças, troca de óleo, diferenças e consumo. Veja o vídeo!

O novo projeto 363 também deverá ser equipado com a nova família de motores. Antecipado pelo programa Big Brother Brasil, o futuro SUV compacto fica pronto em maio e será dado de presente ao vencedor do programa. A novidade deve estrear o motor 1.0 turbo de 130cv com câmbio CVT, solução que se estenderá depois ao Argo, Cronos e Strada.

*Em colaboração Guilherme Magna

Últimas