Autos Carros Volkswagen Caminhões lança "e-Delivery" elétrico de 11 e 14 toneladas

Volkswagen Caminhões lança "e-Delivery" elétrico de 11 e 14 toneladas

Produzido no Rio de Janeiro em duas configurações pré-venda do caminhão já está aberta fruto de um investimento de R$ 150 milhões

Resumindo a Notícia

  • Capacidade máxima de carga útil é de 6.320kg
  • Modelo e-Delivery 14 toneladas tem capacidade máxima de carga útil de 9.055 kg
  • Modelo e-Delivery de 11 toneladas atende às especificações de PBT de 10.700 kg e tração 4×2
  • Segundo a VWCO, os protótipos rodaram cerca de 400 mil quilômetros para a validação
Já existe uma encomenda de 100 unidades de um projeto de 1.600 veículos para a AB InBEV, Coca-Cola Femsa e grupo JBS

Já existe uma encomenda de 100 unidades de um projeto de 1.600 veículos para a AB InBEV, Coca-Cola Femsa e grupo JBS

Volkswagen/Reprodução

A VWCO (Volkswagen Caminhões e Ônibus) lançou hoje comercialmente o "e-Delivery", primeiro caminhão elétrico de produção local disponível para o mercado brasileiro em duas versões; de 11 e 14 toneladas.

Segundo a VWCO 100 unidades dos caminhões serão entregues ainda neste ano

Segundo a VWCO 100 unidades dos caminhões serão entregues ainda neste ano

Volkswagen/Reprodução

O e-Delivery de 11 toneladas atende às especificações de PBT (Peso Bruto Total) de 10.700 kg e tração 4×2. A capacidade máxima de carga útil é de 6.320kg. Já o e-Delivery 14 toneladas é um 6×2 de maior porte com peso bruto total de 14.300kg e capacidade máxima de carga útil de 9.055 kg. Segundo a VWCO, os protótipos rodaram cerca de 400 mil quilômetros para a validação.

Em carga lenta o e-Delivery pode ser reabastecido em 3 horas

Em carga lenta o e-Delivery pode ser reabastecido em 3 horas

Volkswagen/Reprodução

O foco dos dois produtos é a circulação urbana ou pequenas viagens já que a autonomia é de 250km com uma recarga. Nos dois casos o motor tem 300kW e desenvolve cerca de 408cv com torque máximo de 2.150Nm, fabricado pela WEG localmente. A Volkswagen Caminhões conta ainda com projetos específicos da Moura para o conjunto de bateria e a Bosch para a unidade de controle além da Meritor fabricante dos eixos.

Caminhões elétricos podem ser carregados em fonte de corrente contínua de até 150 kW de potência

Caminhões elétricos podem ser carregados em fonte de corrente contínua de até 150 kW de potência

Volkswagen/Reprodução

“Foram mais de 45 mil quilômetros, que resultaram em uma redução de mais de 34 toneladas de emissões de CO2 para a atmosfera em cada veículo de teste. Além disso, alcançamos uma excepcional redução no custo energético, superior a 60%. E o mais importante: com zero emissões de poluentes”, disse Roberto Cortes, CEO da VWCO.

Os caminhões elétricos podem ser carregados em fonte de corrente contínua de até 150 kW de potência sendo que a VWCO oferecerá uma consultoria para instalação de sistemas de recarga para as empresas interessadas. Em carga lenta o e-Delivery pode ser reabastecido em 3 horas ou 30% de autonomia em 15 minutos no sistema de alta voltagem.

Já existe uma encomenda de 100 unidades de um projeto de 1.600 veículos para a AB InBEV, Coca-Cola Femsa e grupo JBS.

Motor tem 300kW e desenvolve cerca de 408cv com torque máximo de 2.150Nm

Motor tem 300kW e desenvolve cerca de 408cv com torque máximo de 2.150Nm

Volkswagen/Reprodução

"Mais do que vender produtos ou soluções em serviços, nosso propósito é unir o transporte de pessoas e bens ao uso de energias cada vez mais renováveis e limpas. É o que temos feito ao longo da nossa história de 40 anos, pesquisando diferentes matrizes energéticas, respeitando o meio ambiente e construindo um legado para a sociedade" disse Cortes durante a apresentação virtual.

Motor é fabricado pela WEG

Motor é fabricado pela WEG

Volkswagen/Reprodução

Segundo a VWCO 100 unidades dos caminhões serão entregues ainda neste ano. Fazem parte do desenvolvimento do e-Delivery a Volkswagen Caminhões e Ônibus em parceria com a GDSolar, CATL, Moura, WEG, Bosch, Meritor, Semcon, Siemens, ABB e Eletra.

Últimas