Autos Carros VW Jetta GLI fica mais caro e passa dos R$ 230 mil

VW Jetta GLI fica mais caro e passa dos R$ 230 mil

Sedã vem importado do México com motor 2.0 litros de 231 cv

Resumindo a Notícia
  • Volkswagen Jetta GLI teve 145 unidades vendidas em março

  • Sedã teve 213 unidades emplacadas no acumulado de 2023

  • Sedã pode fazer de zero a 100 km/h em apenas 6,7 segundos

 Volkswagen Jetta GLI teve 145 unidades vendidas em março

Volkswagen Jetta GLI teve 145 unidades vendidas em março

Volkswagen/Divulgação

A Volkswagen promoveu mais um aumento de preço, logo após ter subido os valores do Nivus e Virtus. Portanto, quem quiser comprar o Jetta GLi, que é vendido em versão única, terá que pagar R$ 232.390 e não mais R$ 226.990, um acréscimo de R$ 5.400.

Volkswagen Jetta GLI 2023 ainda terá central multimídia VW Play com tela de 10,1 polegadas com conexão Android Auto e Apple CarPlay sem fio

Volkswagen Jetta GLI 2023 ainda terá central multimídia VW Play com tela de 10,1 polegadas com conexão Android Auto e Apple CarPlay sem fio

Volkswagen/Divulgação

Importado do México, o Volkswagen Jetta GLI vem equipado com motor 2.0 litros 350 TSI, que entrega 231 cv com torque de 35,7 kgfm. A transmissão é automática de dupla embreagem DSG de sete posições.

Sedã teve 213 unidades emplacadas no acumulado de 2023

Sedã teve 213 unidades emplacadas no acumulado de 2023

Volkswagen/Divulgação

Segundo a fabricante, o sedã pode fazer de zero a 100 km/h em apenas 6,7 segundos e atingir a velocidade máxima de 249 km/h.

JETTA GLI 2022: teste completo! OU você ficaria nos SUVs Taos, Corolla Cross, Compass e Equinox? Veja o vídeo!

Em relação às vendas, o Volkswagen Jetta GLI teve 145 unidades vendidas em março e 213 unidades emplacadas no acumulado de 2023. O líder do segmento é o Toyota Corolla com 3.865 unidades contabilizadas no terceiro mês do ano e 8.950 unidades comercializadas entre janeiro e março. Já o "novato" Nissan Sentra teve 453 unidades negociadas em março, sendo que voltou a ser vendido no mês passado. Os dados são da Fenabrave.

*Com a colaboração Felipe Salomão

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas