A consciência dos próprios erros

Empre

O melhor dos erros é que todos os cometem. Do seu influencer favorito ao seu superior no trabalho, ninguém está a salvo de cometer erros. O importante é aprender uma lição e tentar fazer melhor da próxima vez. Você provavelmente já ouviu repetidamente que não há problema em cometer erros, desde que você aprenda com eles. Mas isso pode ser mais fácil dizer do que fazer. Afinal, a sociedade é muito boa em punir as pessoas por cometerem erros. Por outro lado, nunca somos realmente ensinados a aprender com nossos erros. Quando pensamos em nós mesmos em qualquer situação, essa aceitação da falibilidade sai pela janela. Sentimos que estamos certos sobre tudo e basta um pequeno erro para que nosso castelo encantado desmorone. Afinal, perceber que estamos errados é ruim. Pode ser embaraçoso e pode até nos fazer sentirmos estúpidos. Mas se você está errado e não reconhece isso, então é hora de mudanças.

De vez em quando, um erro é maior do que uma solução rápida, e tudo bem também. Mas também pode levar mais tempo para aprendermos com eles e mudarmos nossos caminhos. A coisa mais essencial nesses casos é aceitar o que aconteceu e seguir em frente, em vez de se culpar por isso.

Aceitando nossos erros

Felizmente, existem algumas dicas úteis para nos ajudar a lidar com a bagunça.

Você não é seu erro!

Quando você cometer um erro, tenha em mente que isso não define quem você é como pessoa. Tente não tirar conclusões precipitadas sobre o seu valor. Ninguém é perfeito, e tudo bem. Encare seu erro de frente, assuma o que aconteceu e desenhe um novo trajeto através dele. Embora possa ser tentador procurar uma saída fácil - “O projeto deu errado porque o fulaninho não gostou da minha ideia! ” (Será que você soube passar as informações corretamente?) - Perceber que você é o culpado é o primeiro passo para seguir em frente. Quanto mais cedo você confessar, mais cedo poderá voltar aos trilhos. Se você está inventando desculpas para si mesmo, provavelmente apenas prolongará esse processo.

É melhor você reconhecer!

Se você está confuso sobre o que fez de errado ou onde o erro foi cometido, pode ser complicado colocá-lo no passado. As chances são de que ainda vai incomodá-lo muito. Tente conversar com outra pessoa envolvida para ter certeza do que não fazer da próxima vez.

Encontre a correção e se dê uma chance

A maioria dos problemas tem uma solução e, se você se cansar, sente-se e pense no que pode fazer para melhorar a situação. Você pode achar o que faltava para suavizar algumas coisas e perceber que não era tão ruim quanto você pensava inicialmente.

Conversar

Quando você comete um grande erro, não sinta que precisa lidar com isso sozinho. Converse com seus amigos ou familiares sobre isso. Eles podem apenas dizer algo que esclareça o que aconteceu e faça você se sentir um pouco melhor.

Não consegue parar de pensar nos seus erros?

Se você tentou fazer essas coisas e está tendo muitos problemas para aceitar seus erros e seguir em frente, pode haver algo mais acontecendo em um nível mais profundo. Comece conversando com alguém de sua confiança e invista em bons profissionais da saúde para auxiliar no seu tratamento e dúvidas.

Cometa o erro

Embora, “Todo erro existe para uma boa lição ser aprendida” possa soar como um tipo de citação do Insta que você rola todos os dias, quando você para e pensa sobre isso, a mensagem é forte e extremamente real.

Todo mundo comete erros, e todos têm que lidar com eles. É como você se recupera que define você. Usando as estratégias acima, você pode começar a ver os erros como oportunidades, uma chance de adquirir um pouco de conhecimento extra e melhorar ao longo do caminho. Invista na consciência dos seus atos para que consiga sempre saber como corrigi-los

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas