Luiz Fara Monteiro Aeroporto de Viracopos tem dia de expectativa com a chegada do Beluga

Aeroporto de Viracopos tem dia de expectativa com a chegada do Beluga

Aeronave de transporte de carga da Airbus, que traz um helicóptero sob encomenda, virá pela primeira vez ao Brasil. Antes de Campinas, avião icônico faz escala em Fortaleza

Beluga: a caminho do Brasil
Beluga: a caminho do Brasil Matthieu Douhaire - AirTeamImages.com

Pela primeira vez, o A300-600ST Beluga vem para o Brasil. É o primeiro voo do famoso cargueiro da Airbus para um país da América Latina.

Após uma série de mudanças desde sua partida de Toulouse, na França, está confirmada a previsão de pouso do enorme e icônico avião para às 17h30 deste domingo no Aeroporto de Viracopos.

Aeronave de transporte de carga da Airbus - que traz um helicóptero sob encomenda - virá pela primeira vez ao Brasil. Antes de Campinas, o avião faz escala em Fortaleza, prevista para o início da tarde.

A fabricante prepara uma apresentação especial nesta segunda-feira para convidados exclusivos, no hangar da Azul Linhas Aéreas.

A "Baleia Voadora" voa baixo, no nível 210, o que, consequentemente dá à aeronave uma velocidade média de 300 nós (MAC 0.64), um pouco mais baixa em relação aos aviões de passageiros que operam em altitudes maiores. 

O que também explica as duas escalas do Beluga - Dakar e Fortaleza - antes do pouso em Campinas. Mesmo sem "acelerar" muito, a aeronave tem consumo alto de combustível, o que lhe tira consideravelmente a autonomia de voo.

Há uma máxima na aviação que diz que os cargueiros nunca chegam adiantados. Ou chegam na hora prevista, ou atrasam.  

Centenas de curiosos e spotters, fotógrafos especializados em aviação, aguardam ansiosamente pelo pouso da aeronave em Campinas. É o caso de Rafaela Petermann, moradora da região de Guarulhos, que ontem esteve em Brasília para o 'Spotter Day', promovido pela Inframerica, administradora do aeroporto da capital. Deixando o cansaço de lado, Rafaela hoje enfrentará uma nova saga para clicar a chegada do Beluga, um avião crucial para a Airbus. "É  um sonho porque nunca imaginei que veria esse avião de perto", derrama-se em felicidade a fotógrafa.

A spotter Rafaela Petermann: saga para clicar o Beluga

A spotter Rafaela Petermann: saga para clicar o Beluga

Arquivo pessoal

Como uma grande aeronave de transporte de carga, a principal função do Beluga é de transportar peças e componentes de outras aeronaves ao redor da cadeia de produção da Airbus na Europa e em todo mundo.

Atualmente, a Airbus possui cinco Belugas em serviço, e espera operar um total de seis das maiores aeronaves Beluga XL. Estas aeronaves adicionais ajudarão a fabricante europeia a aumentar sua taxa de produção, especialmente a do Airbus A350 XWB, sigla para eXtra Wide Body. 

O Beluga é conhecido por seu projeto icônico. Também chamado de A300-600ST, sua versão  menor deixará de existir.

A fabricante planeja utilizar o Beluga XL para substituir os cincos A300-600ST existentes. A expectativa é que o atual Beluga opere até 2025.

O primeiro Beluga XL voou em julho de 2018. A Airbus fez algumas mudanças no Beluga XL em comparação com o Beluga existente. O modelo XL é um projeto derivado do jato intercontinental A330. O novo Beluga XL, os desenvolvimentos técnicos ajudarão a Airbus a atingir suas metas de aumento de produção.

A300-600ST (Beluga)
Comprimento: 56,16 metros | Altura: 17,25 metros
Envergadura: 44,84 metros
Carga máxima: 40 toneladas
Alcance: 2.779 km

Beluga (XL)
Comprimento: 63,1 metros | Altura: 18,9 metros
Envergadura: 60,3 metros
Carga máxima: 44 toneladas
Alcance: 4.000 km


Desta vez, o Beluga está trazendo como carga um helicóptero ACH160 a um cliente brasileiro e o seu destino é o Aeroporto Internacional de Viracopos, localizado em Campinas, interior de São Paulo.

De acordo com os dados do RadarBox.com, o Airbus A300-ST (F-GSTB), operando o voo BGA4002, decolou no sábado (23) de Toulouse às 13:38 (CEST) pousando no mesmo dia em Dakar para então prosseguir para Fortaleza (voo BGA4003) e seguir para a cidade do interior paulista com o ACH160 abordo do voo BGA4004 de Fortaleza previsto para pousar às 14:50 (horário de Brasília) no Aeroporto Internacional de Viracopos partindo na segunda-feira à 16:00 (BGA4005) rumo a Fortaleza e então partindo de Fortaleza na terça-feira às 12:30 (Voo BGA4006) para Toulouse com uma escala em Dakar.

Como podemos observar nas atividades do Airbus A300-600ST (Beluga), o avião tem voado frequentemente entre as fábricas e cadeias de produção da Airbus na Europa e em outras partes do mundo.

Destinos mais frequentes do Beluga A3-600ST

Destinos mais frequentes do Beluga A3-600ST

AirNav RadarBox

Entre esses destinos estão: Toulouse, Hamburgo e Hawarden, entre outras localidades como se pode observar no mapa de calor da aeronave feito pelo rastreador de voos AirNav RadarBox.

Número e horas de voos operadas pela aeronave, no mês de junho

Número e horas de voos operadas pela aeronave, no mês de junho

AirNav RadarBox
Gráfico com principais destinos do Beluga A3-600ST

Gráfico com principais destinos do Beluga A3-600ST

AirNav RadarBox

Em relação ao número e horas de voos operadas pela aeronave, no mês de junho, por exemplo, foram 24.5 horas voadas pela aeronave com uma média mensal de 16.3 horas e 10.708 km (5,782 milhas náuticas).

Para acompanhar o primeiro voo do Beluga para o Brasil e América Latina e previsão de horários de pouso e outras atualizações sobre o pouso do famoso A300-600ST da Airbus, clique aqui para rastreá-lo em tempo real na plataforma de rastreamento de voo RadarBox:

Colaborou: Caio Barros

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas