Luiz Fara Monteiro Avianca é reconhecida como a companhia aérea mais pontual do mundo em 2023

Avianca é reconhecida como a companhia aérea mais pontual do mundo em 2023

Durante 2023, a Avianca teve um indicador de pontualidade de 85,73%, mais de dois pontos acima do resultado de 2022

Avianca: a mais pontual em 2023
Avianca: a mais pontual em 2023 Avianca - Divulgação

A Avianca foi reconhecida pelo ranking da Cirium como a companhia aérea mais pontual do mundo em 2023. Essa categoria avalia as companhias aéreas que operam diariamente em pelo menos três regiões. Este marco foi alcançado graças ao trabalho e dedicação das mais de 14 mil pessoas que fazem parte do time da Avianca, e ao apoio e trabalho coordenado com aliados, fornecedores e autoridades nos diferentes países onde a empresa opera.


Durante 2023, a companhia aérea manteve uma média de 85,73% de pontualidade (OTP, pelas siglas em inglês de On-Time Performance), nos 213.039 voos medidos pela Cirium, em sua rede de 75 destinos em 25 países da América e Europa.


Esta é a primeira vez que uma companhia aérea colombiana se posiciona como a mais pontual do mundo, liderando o ranking global à frente de companhias como Qatar Airways, Delta Air Lines, Iberia, Latam Airlines e American Airlines, entre outras.

A empresa alcançou esse resultado no contexto de sua transformação do modelo de negócios e após a implementação de vários planos de melhoria, como foco em indicadores operacionais em tempo real, design colaborativo de rede, melhoria nas capacidades de coordenação do centro de controle e melhor coordenação entre equipes, entre outros.

"Estar à frente de companhias aéreas de renome mundial é um marco que coloca a Colômbia como referência na indústria. Ser a companhia aérea mais pontual é uma conquista enorme das mais de 14 mil pessoas que fazem parte de nossa equipe e que estão comprometidas em conectar a América Latina ao mundo. Seu trabalho, sua abordagem incansável ao cliente e a coordenação com aliados, fornecedores e autoridades nos permitiram alcançar um resultado excepcional que se traduz em um serviço pontual, seguro e com a bagagem no destino, para nossos clientes.", afirmou Frederico Pedreira, CEO da Avianca.

A Avianca consolidou sua posição como líder em pontualidade em 2023, depois de ocupar a sexta posição no ranking global da Cirium em 2022, com um OTP de 83,48%. Durante 2023, a Avianca ocupou o primeiro lugar nos meses de maio, junho, agosto e setembro, e esteve no top 5, de forma consecutiva, entre fevereiro e outubro.

É importante destacar que esse resultado foi alcançado em um ano em que a Avianca aumentou o número de rotas, passando de 129 em 2022 para 146 em 2023, encerrando o ano com cerca de 32,3 milhões de passageiros transportados. Além disso, a companhia aérea melhorou significativamente seu indicador de incidentes com bagagens, reduzindo de 2,24 incidentes por cada 1.000 viajantes em 2022 para 1,58 em 2023. Isso, somado à redução do tempo médio de resposta nos canais de atendimento, que em 2023 chegou a menos de 2 minutos, e uma taxa de resolução de solicitações de 97% no primeiro contato.

Sobre a Avianca:

Avianca inclui a Avianca —membro Star Alliance—, LifeMiles e Avianca Cargo. No transporte de passageiros, Avianca, com mais de 104 anos de operação contínua desde 1919, é a principal companhia aérea na Colômbia, Equador e América Central, e possui uma das maiores operações aéreas da América Latina, com 147 rotas, cerca de 710 voos diários e uma frota de 140 aviões Airbus 320 e Boeing 787 Dreamliner, que conectam mais de 75 destinos em 25 países das Américas e Europa. Em 2023, a Avianca transportou mais de 32,3 milhões de clientes com a realização de mais de 213.000 voos. Seu programa de fidelidade, LifeMiles, é um dos maiores da América Latina, com mais de 12,4 milhões de membros e 500 marcas parceiras. No transporte de carga, a Avianca Cargo é líder na região e é o principal operador em diferentes mercados das Américas. Com sua companhia aérea afiliada Aerounion, atende a mais de 50 destinos com uma frota de 9 aviões de carga, além da operação em "bellies" em aviões de passageiros.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas