Luiz Fara Monteiro FAB entrega Helicóptero H225M para a Marinha do Brasil

FAB entrega Helicóptero H225M para a Marinha do Brasil

Ação de inspeção programada envolveu militares da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira na manutenção de helicópteros

FAB: entrega de Helicóptero H225M para a Marinha

FAB: entrega de Helicóptero H225M para a Marinha

Cabo Queiroz / PAMASP

O Parque de Material Aeronáutico de São Paulo, por intermédio do Centro Integrado de Manutenção, realizou, no dia 14 de setembro de 2022, uma cerimônia militar alusiva à entrega de mais uma aeronave H225M da Marinha do Brasil, por término de inspeção programada.

A formatura foi presidida pelo Diretor da Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico, Major-Brigadeiro do Ar Rodrigo Fernandes Santos, e contou com a presença do Comandante da Força Aeronaval, Contra-Almirante Augusto José da Silva Fonseca Júnior; além de autoridades civis e militares.

O Centro Integrado de ManutençãoCentro Integrado de Manutenção, criado em 2018, tem como objetivo principal otimizar os recursos financeiros, estruturais, materiais e humanos utilizados na manutenção das aeronaves H225M. Os helicópteros - denominados na MB como UH-15 Super Cougar; no Exercito Brasileiro, como HM-4 Jaguar; e na Força Aérea Brasileira, como H-36 Caracal - possuem configuração similar nas três Forças, viabilizando a integração da manutenção. No total, já foram finalizadas as inspeções em 2 aeronaves da Marinha, 4 do Exército e 2 da Força Aérea.

Desta vez, foi a vez do Esquadrão HU-2 da Marinha do Brasil receber a aeronave pronta para o retorno à atividade operacional, após término da inspeção A/T, realizada a cada 1200 horas de Clique aqui para baixar a imagem originalvoo ou 36 meses de operação. As atividades de manutenção são realizadas por militares das três forças, promovendo a troca de experiência, padronização e a integração.

Para o Diretor do PAMASP, Coronel Aviador Anderson da Silva Nishio, a entrega da referida aeronave reflete não apenas no aumento da disponibilidade da frota da Marinha do Brasil, mas na capacidade de interoperabilidade entre as Forças Armadas. "Capacidade demonstrada não só em termos de manutenção integrada, mas também em missões de adestramento, a exemplo da Operação Poseidon que já reuniu Marinha, Exército e Aeronáutica a Bordo do Porta-Helicópteros Multipropósito 'Atlântico' e Navio Doca Multipropósito 'Bahia'” comentou o Oficial.

O Comandante da Força Aeronaval, Contra-Almirante Augusto José da Silva Fonseca Júnior, também comentou a entrega da aeronave. “Este vetor representa um importante incremento na capacidade operativa da Marinha, contribuindo para o aumento da disponibilidade de nossos meios e cumprimento de nossa missão institucional”, disse.

Por fim, o Diretor da DIRMAB ressaltou, em suas palavras, o poder da Cultura Institucional de cada Força Singular. "Características ímpares que garantem o desenvolvimento do destino inevitável da interoperabilidade, sem colocar em risco a identidade e as especificidades da Marinha, do Exército e da Aeronáutica", concluiu o Oficial-General.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas