Ação contra tráfico tenta cumprir 32 mandados de prisão em Angra (RJ)

Operação em conjunto do MP-RJ e Polícia Militar tem como objetivo desarticular quadrilha que controla comunidades na cidade da Costa Verde

Caminhão com corpos foi encontrado em Angra após guerra entre traficantes

Caminhão com corpos foi encontrado em Angra após guerra entre traficantes

Reprodução/Record TV Rio

Uma operação do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) e da Polícia Militar tenta cumprir 32 mandados de prisão e 68 de busca e apreensão, nesta terça-feira (17), contra suspeitos envolvidos no tráfico de drogas de Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro.

80 tiros: militar acusa catador de latinha de ter atirado contra tropa

Interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça mostraram durante as investigações que o grupo planejava assassinatos dentro da cadeia.

Os líderes da quadrilha, que também atua em outros municípios do sul fluminense, comandavam a venda de drogas, recrutavam novos integrantes para o grupo e davam orientações gerais sobre as estratégias para manter o controle das comunidades.

De acordo com o MP-RJ, a quadrilha tinha como objetivo implementar o monopólio de serviços de internet, TV e gás assim como as milícias que atuam no Estado.

Entre os crimes pelo qual o grupo é investigado está a tentativa de assassinato da turista inglesa Eloise Dixon, baleada ao entrar por engano em uma comunidade de Angra dos Reis, em 2017.

A operação na cidade da Costa Verde acontece dois dias após sete corpos terem sido encontrados em um caminhão. Segundo o motorista do veículo, ele foi obrigado por suspeitos a carregar os corpos após um intenso confronto na comunidade do Frade.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Celso Fonseca