Rio de Janeiro Agente de segurança é preso por tentar matar a namorada em motel em Niterói (RJ)

Agente de segurança é preso por tentar matar a namorada em motel em Niterói (RJ)

Com ferimentos no rosto e no pescoço, vítima está internada em estado grave no Hospital Azevedo Lima

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Record TV Rio

Polícia prendeu suspeito em flagrante por tentativa de feminicídio

Polícia prendeu suspeito em flagrante por tentativa de feminicídio

Divulgação/Polícia Civil

Um agente do programa Segurança Presente foi preso em flagrante por tentar matar a namorada em um quarto de motel em Niterói, na região metropolitana do Rio, na quarta-feira (8).

Pelas câmeras de segurança, o gerente percebeu a movimentação do suspeito em outra garagem e chamou a polícia. 

A vítima foi encontrada com cortes no rosto e no pescoço, além de cacos de vidro dentro da boca. Ela foi socorrida e levada ao Hospital Azevedo Lima, onde segue internada em estado grave.

Segundo a polícia, o agressor usou uma garrafa de vidro para cometer o crime. A Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Niterói investiga o caso como tentativa de feminicídio.

O casal estava junto há seis meses. A agressão teria começado por causa de uma briga motivada por ciúmes, depois que a vítima tentou ver o aparelho celular do namorado.

Exclusão do Segurança Presente

A Superintendência do Segurança Presente informou que o servidor foi excluído do programa e encaminhou à Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) o pedido de rescisão do contrato de trabalho, ao qual ele era vinculado.

O agente também trabalhava como funcionário terceirizado no Consulado dos Estados Unidos, que informou ter banido o acesso dele às dependências. 

Últimas