Alerj aprova projeto que anistia policiais e bombeiros de indisciplina 

Medida valerá para agentes excluídos em processos administrativos e depois absolvidos na Justiça. Reintegração deve ser feita em 90 dias

Alerj aprova texto que anistia militares e civis indisciplinados

Alerj aprova texto que anistia militares e civis indisciplinados

Divulgação Alerj

A Alerj aprovou, nesta quinta-feira (24), um projeto de lei que permite anistiar policiais civis e militares e bombeiros militares que foram exonerados dos cargos por indisciplina.

Leia mais: Rio faz parceria com a Nasa para monitorar riscos de desastres

A medida vai valer para agentes que foram excluídos em processos administrativos e depois absolvidos na Justiça. O texto ainda precisa ser votado em segunda discussão pela Casa Legislativa. 

De acordo com o documento, o Poder Executivo deverá promover a reintegração dos policiais em até 90 dias após a publicação das leis.

As normas são de autoria dos seguintes deputados: Alana Passos (PSL), Alexandre Knoploch (PSL), Anderson Moraes (PSL), André Ceciliano (PT), Bruno Dauaire (PSC), Coronel Salema (PSL), Dr. Serginho (PSL), Filipe Soares (DEM), Filippe Poubel (PSL), Gil Vianna (PSL), Gustavo Schmidt (PSL), Marcelo do Seu Dino (PSL), Marcio Gualberto (PSL), Marcos Muller (PHS), Renato Zaca (PSL), Rodrigo Amorim (PSL), Rosenverg Reis (MDB) e Subtenente Bernardo (PROS).