Rio de Janeiro Alerj discute projeto de lei para permitir fábricas de armas de fogo

Alerj discute projeto de lei para permitir fábricas de armas de fogo

Deputado Alexandre Freitas, autor do projeto, afirma que objetivo da emenda é fazer com que empresas invistam no Estado do Rio de Janeiro

Projeto de lei tem como objetivo trazer investimento para Estado do Rio

Projeto de lei tem como objetivo trazer investimento para Estado do Rio

Divulgação / Alerj

A Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) vai votar nesta quarta-feira (12) a PEC (Projeto de Emenda Constitucional), que pode permitir a instalação de indústrias de armas de fogo nos municípios do Rio de Janeiro.

A norma que está em vigor não autoriza a instalação desse tipo de fábrica no Estado e ainda prevê restrições à atividade comercial que explore a venda de armas de fogo e munições.

A PEC precisa do apoio de 42 parlamentares e a votação será nominal, dividida em dois turnos.

O deputado Alexandre Freitas, autor do projeto, afirma que o objetivo da emenda é fazer com que empresas passem a investir no Estado do Rio de Janeiro.

“Atualmente, existem poucas fábricas de armas de fogo, que estão em Estados como Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais. Vemos pelas notícias mais recentes que novos fabricantes já se preparam para entrar no Brasil e, neste momento de recuperação econômica, é urgente que o Rio entre nessa disputa”, justificou o autor.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Últimas