Alerj inaugura novo plenário no centro do Rio

Mudança para endereço na rua da Ajuda custou R$ 156 milhões; Palácio Tiradentes se tornará museu

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*

Nova sede da Alerj custou R$ 156 milhões

Nova sede da Alerj custou R$ 156 milhões

Julia Passos/Alerj

A Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) inaugurou nesta terça-feira (3) o plenário no edifício Lúcio Costa, no centro do Rio. A nova sede custou R$ 156 milhões, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo.

O novo endereço na rua da Ajuda, número 5, reúne gabinetes e departamentos administrativos distribuídos pelos 34 andares do edifício, com a unificação em um só lugar das três antigas unidades da Alerj.

O novo plenário é 27% maior do que o anterior, o Plenário Barbosa Lima Sobrinho, localizado no Palácio Tiradentes, e tem capacidade para 185 lugares, além de um novo telão para exibição das votações, que serão feitas de forma online.

O Palácio Tiradentes, antiga sede da Alerj, se tornará o Museu da Democracia e receberá em outubro uma exposição sobre Dante Alighieri, em parceria com o Consulado Italiano. 

Estiveram presentes na cerimônia de inauguração da sede o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), o prefeito Eduardo Paes (PSD) e o governador Cláudio Castro (PL).

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas