Rio de Janeiro Angra dos Reis confirma oitava morte por causa das chuvas; total de óbitos no Rio chega a 16

Angra dos Reis confirma oitava morte por causa das chuvas; total de óbitos no Rio chega a 16

Equipes dos bombeiros ainda procuram por outros três desaparecidos na cidade

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Estadão Conteúdo

Angra dos Reis registrou recorde histórico de chuva desde sexta-feira (1°)

Angra dos Reis registrou recorde histórico de chuva desde sexta-feira (1°)

Divulgação/Prefeitura de Angra dos Reis

Equipes de resgate encontraram neste domingo (3) o corpo da oitava vítima das chuvas em Angra dos Reis, cidade no sul do Rio de Janeiro atingida por deslizamentos.

Com esse óbito confirmado, já chega a 16 o número de pessoas que perderam a vida no estado desde sexta-feira (1º).

Os bombeiros buscam mais três pessoas que estão desaparecidas na região onde houve as mortes.

As vítimas em Angra são quatro crianças e quatro adultos, segundo comunicado da prefeitura. 

Perto dali, em Paraty, outras sete mortes também foram confirmadas. As vítimas foram a mãe Lucimar e seis filhos: João, de 2 anos; Estevão, de 5 anos; Yasmim, de 8 anos; Jasmin, de 10 anos; Luciano, de 15 anos; e Lucimara de Jesus Campos, de 17 anos. Um sétimo filho foi resgatado com vida e está estabilizado neste momento, no Hospital Municipal Hugo Miranda.

Em Mesquita, na região metropolitana, um advogado de 38 anos morreu eletrocutado durante o temporal enquanto tentava ajudar uma pessoa. 

O estado do Rio foi atingido por fortes chuvas na sexta-feira, que persistiram neste sábado (2).

A cidade de Angra registrou o maior volume de chuva da história: 809 mm em menos de 48 horas.

Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), há probabilidade de mais chuva em todo o estado, podendo o acumulado chegar a 50 mm até a manhã desta segunda-feira (4).

O solo encharcado aumenta o risco de deslizamentos nas encostas, o que tem levado a Defesa Civil a fazer um grande esforço para retirar moradores de áreas ameaçadas.

No bairro de Monsuaba, em Angra, mais de cem pessoas estão desabrigadas, segundo a prefeitura.

Últimas