Rio de Janeiro Após decisão do STJ, modelo Bruno Krupp deixa a cadeia no Rio

Após decisão do STJ, modelo Bruno Krupp deixa a cadeia no Rio

Ele estava preso pelo atropelamento que matou o adolescente João Gabriel na orla da Barra da Tijuca, em julho do ano passado

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Record TV Rio

Bruno foi solto por decisão do STJ

Bruno foi solto por decisão do STJ

Reprodução/Instagram

O modelo Bruno Krupp deixou o presídio Bangu 8, no Complexo de Gericinó, na zona oeste do Rio, na tarde desta quarta-feira (29), após uma decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça). 

Bruno estava preso pelo atropelamento que matou o adolescente João Gabriel Guimarães, na orla da Barra da Tijuca, em julho do ano passado. Ele responde pela acusação de homicídio por dolo eventual, quando se assume o risco de matar.

No dia do acidente, o modelo pilotava uma motocicleta, sem habilitação, acima da velocidade permitida na avenida Lúcio Costa — de 60 km/h. Na primeira audiência do caso, ele admitiu que estava acima de 100 km/h.

A decisão que autorizou a soltura de Bruno Krupp determinou medidas cautelares, como o uso de tornozeleira eletrônica e a entrega do passaporte às autoridades.

A mãe da vítima, Mariana Lima, atua como assistente de acusação no processo. A advogada dela disse, em entrevista à Record TV, ter recebido a notícia da soltura de Bruno Krupp com indignação e sentimento de injustiça. Além disso, afirmou que os advogados estudam as medidas cabíveis para que o réu seja levado a júri e volte para a prisão.

Últimas