Rio de Janeiro Após parto de emergência, morre bebê de grávida executada em Campos (RJ) 

Após parto de emergência, morre bebê de grávida executada em Campos (RJ) 

O ataque a tiros contra a mãe foi registrado por câmeras de segurança. Os suspeitos já foram identificados pela polícia

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Record TV Rio

Grávida foi baleada na porta de casa

Grávida foi baleada na porta de casa

Record TV Rio

Morreu, na manhã desta sexta-feira (3), o bebê da grávida assassinada em um ataque a tiros em Campos dos Goytacazes, no interior do estado do Rio.

De acordo com informações da Record TV Rio, a criança nasceu com 1,7 kg, em um parto de emergência, após a mãe ter sido socorrida e levada ao hospital, na noite de quinta-feira (2).

Letícia Peixoto Fonseca, de 31 anos, que estava no oitavo mês de gestação, não resistiu aos ferimentos e morreu logo após a cirurgia. Já o menino faleceu horas depois, em decorrência de insuficiência respiratória e distúrbio cardiovascular.

Imagens de segurança da região registraram o crime. O vídeo flagrou o momento em que dois homens em uma moto se aproximaram do carro da vítima na porta de casa. O garupa efetuou quatro disparos contra ela.

Antes da fuga, os criminosos também balearam a mãe de Letícia, que presenciou tudo e tentou correr em direção aos homens. Ela recebeu atendimento no hospital e já foi liberada. 

A polícia investiga o crime, que tem característica de execução, e já identificou os suspeitos. As diligências estão em andamento para localizá-los.

Últimas