Rio de Janeiro Caminhoneiro é preso por estuprar enteada de 13 anos no RJ

Caminhoneiro é preso por estuprar enteada de 13 anos no RJ

Foragido desde 2011, Claudio Fabrício de Oliveira foi preso em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense; ele foi condenado a 18 anos de prisão

  • Rio de Janeiro | Lucas França, do R7*, com Record TV

Homem tentou fugir antes de ser preso

Homem tentou fugir antes de ser preso

Reprodução/RecordTV

Um caminhoneiro, que estava foragido desde 2011, foi preso no domingo (21), na região de Corumbá, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, por ter abusado sexualmente da enteada, que à época estava com 13 anos.

Leia mais: Garis da Comlurb iniciam greve por reajuste salarial no Rio de Janeiro

Condenado a 18 anos de prisão pelo crime de estupro de vulnerável, Claudio Fabrício de Oliveira ainda tentou fugir ao ter a casa cercada por agentes da Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Nova Iguaçu.

Segundo informações da Record TV, o homem conseguiu escapar de outras tentativas de prisão. Mas, desta vez, foi capturado na frente de mulher, filhas e netas recém-nascidas.

A ação que prendeu o caminhoneiro foi intitulada de Operação Ressureição. Os policiais saíram de madrugada para cumprir quatro mandados expedidos pela Justiça. No entanto, outros três procurados não foram encontradas e continuam foragidos.

A delegada Mônica Areal, titular da Deam, afirmou que o caminhoneiro era o alvo principal da operação por conta do tempo que estava foragido.

"Achei que era um caso que merecia repsosta, estava dando uma sensação de impunidade", disse Mônica 

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas