Rio de Janeiro Casa de festas é suspeita de aplicar golpe em dezenas de clientes no RJ

Casa de festas é suspeita de aplicar golpe em dezenas de clientes no RJ

Contratantes dizem ter investido até R$ 8 mil em festas que não foram realizadas. Empresa alega ter fechado por má administração e inadimplência

Golpe salão de festas

Revoltados, clientes invadiram casa de festas durante protesto

Revoltados, clientes invadiram casa de festas durante protesto

Reprodução Record TV

Mais de 300 pessoas afirmam ter sido vítimas de um golpe aplicadas por proprietários do “Espaço da Hora Salão de Festas”, uma das maiores e mais antigas casas de festa infantil da região de Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro.

Segundo a denúncia dos contratantes, alguns chegaram a investir R$ 8 mil, antecipadamente, pelo aluguel do salão e buffet para a realização de festas. No entanto, o estabelecimento fechou as portas após receber os pagamentos.

Durante uma manifestação de clientes, a polícia foi chamada para conter os ânimos após um grupo invadir o local e gravar imagens do péssimo estado da cozinha.

As famílias estiveram na 40° DP (Campo Grande) para prestar queixa e, devido ao grande número de reclamações, o delegado decidiu por fazer o registro da ocorrência em bloco. Os suspeitos podem responder pelo crime estelionato. 

Os responsáveis pela casa de festas alegaram que a má administração da gestão anterior e o aumento de inadimplência acarretaram no fechamento do estabelecimento. A empresa não estipulou um prazo para ressarcir as famílias que ficaram no prejuízo.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira