Rio de Janeiro Casal é preso por tortura e morte de criança na Região Serrana

Casal é preso por tortura e morte de criança na Região Serrana

Angelina Mirandella, de 4 anos, morreu na quinta-feira (15) por traumatismo craniano provocado por ação contundente

Angelina morreu após agressão

Angelina morreu após agressão

Reprodução

Um casal foi preso suspeito de espancar e provocar a morte de Angelina Mirandella, de 4 anos, em Petrópolis, Região Serrana. Os suspeitos são a mãe e o padrasto da criança, e foram levados para a 105ª DP (Petrópolis) na sexta-feira (16).

Angelina foi levada a um hospital após ser agredida e morreu na noite de quinta-feira (15). Segundo a Polícia Civil, os agentes desconfiaram da alegação de que ela teria morrido de causas naturais e deram início às investigações.

Vizinhos e familiares da menina foram ouvidos e policiais coletaram imagens de monitoramento, além de realizar uma perícia na casa onde ela morava.

De acordo com o laudo de necropsia, Angelina morreu vítima de traumatismo craniano encefálico, decorrente de ação contundente e hemorragia. O exame pericial no corpo apontou lesões e cicatrizes antigas e recentes, o que, segundo a polícia, caracteriza a síndome de Silverman, ou síndrome da criança espancada.

Com as provas, os investigadores da 105ª DP concluíram que Angelina foi morta pelo padrasto e a mãe foi omissa. O casal vai responder por tortura e homicídio qualificado.

Últimas