Rio de Janeiro Cientistas transformam código genético do coronavírus em música

Cientistas transformam código genético do coronavírus em música

Com ajuda da tecnologia, pesquisadores conseguiram converter o momento exato que o vírus invade a célula humana em melodia

  • Rio de Janeiro | Igor Rodrigues, do R7*, com Record TV Rio

Cientistas usaram programa de computador para experimento

Cientistas usaram programa de computador para experimento

Reprodução / RecordTv Rio

Com o avanço nas pesquisas e a ajuda da tecnologia, dois pesquisadores do Rio de Janeiro transformaram o código genético do novo coronavírus em música.

Os cientistas Luiz Hendrischky, do Instituto D'or, e José Alexandre Salerno, da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), utilizaram um programa de computador para converter o genoma do vírus, descoberto em fevereiro, em partitura.

"A partir do momento que esse genoma foi sequenciado, as informações foram guardadas em uma sequência de letrinhas. E o que conseguimos, a partir dessa sequência de letras, foi pedir para que este software transformasse a proteína do vírus em notas musicais", explicou Sarleno.

Segundo Hendrischky, o resultado da pesquisa surpreendeu, já que outros experimentos não haviam chegado em um som que se parecesse com uma música. No caso do coronavírus, há uma melodia e um tom sombrio. 

Outro detalhe curioso é que o código usado para criar a melodia foi o do momento exato em que o vírus invade a célula humana.

Assista ao vídeo:

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas