Rio de Janeiro Com ferimentos no rosto, idosa de 68 anos é encontra morta na cama, na zona norte do Rio

Com ferimentos no rosto, idosa de 68 anos é encontra morta na cama, na zona norte do Rio

Familiares apontaram o atual companheiro como principal suspeito do crime. A Divisão de Homicídios abriu uma investigação

  • Rio de Janeiro | Do R7, com Record TV Rio

Idosa foi achada morta dentro de casa

Idosa foi achada morta dentro de casa

Record TV Rio

Uma idosa foi encontrada morta na própria cama em Irajá, zona norte do Rio, nesta sexta-feira (5). Zenaide Mendes Pereira, de 68 anos, tinha ferimentos no rosto, segundo informações da polícia.

À Record TV, familiares apontaram o atual companheiro de Zenaide como o principal suspeito do crime. 

Ainda de acordo com parentes, o homem já tinha sido condenado a 13 anos de prisão pela morte de outra companheira, em 2005.

O casal estava junto há três anos. Eles haviam se conhecido na cadeia, onde a idosa fazia um trabalho de evangelização. 

Os familiares de Zenaide disseram, ainda, que o relacionamento começou amigável, mas com o passar do tempo se tornou abusivo. 

A idosa morava em um pequeno prédio em Irajá, onde vivem outros parentes, que ficaram fora por alguns dias devido a uma viagem para Miguel Pereira, no Sul Fluminense. 

A Polícia Militar confirmou que uma equipe foi acionada e recebida pelo neto da vítima. Quando os PMs chegaram, a idosa já estava sem vida.

Os agentes isolaram o local para perícia da Divisão de Homicídios da Capital. A delegacia abriu um inquérito para apurar as circunstâncias do caso.

Últimas