Comandante da UPP Caju e mais três PMs são presos 

Ação da corregedoria da PM apreendeu 1.500 munições

Comandante da UPP foi preso em ação
Comandante da UPP foi preso em ação Reprodução/Record TV Rio

O comandante da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) do Caju e outros três agentes da unidade foram presos em uma operação da Corregedoria da Polícia Militar iniciada na manhã de quarta-feira (11) na sede da unidade, que fica na comunidade localizada na região portuária do Rio.

Segundo a PM, a ação foi realizada como parte de um IPM (Inquérito Policial Militar) que investiga o desvio de munições e outros materiais por policiais lotados na unidade. O objetivo era cumprir 23 mandados de busca e apreensão na sede da UPP.

Armas, drogas e munições foram apreendidas
Armas, drogas e munições foram apreendidas Reprodução/Record TV Rio

Durante a operação, foram apreendidas mais de 1.500 munições de diversos calibres, pistolas, drogas e granadas. O material foi encaminhado para perícia no Centro de Criminalística da Polícia Militar.

A ação terminou nesta quinta-feira (12). O comandante da UPP Alexandre Frugoni foi preso por porte de arma ilegal e uso restrito. Os outros três agentes foram detidos por posse de drogas e favorecimento. Todos foram encaminhados para unidade prisional da PM, em Niterói, região metropolitana.

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, outros agentes da unidade foram levados para a unidade prisional apenas para depor, mas ainda não há informações de quantos foram ouvidos.

O R7 tentou contato com familiares e defesa do sargento Alexandre Frugoni, mas não teve resposta até o fechamento da matéria.