Rio de Janeiro Concurso para soldado da PM do Rio será retomado neste mês

Concurso para soldado da PM do Rio será retomado neste mês

Processo seletivo foi suspenso no fim de agosto em função de falha na aplicação da primeira prova objetiva escrita 

  • Rio de Janeiro | Da Agência Brasil

Processo seletivo vai preencher 2.000 vagas para curso da PMRJ

Processo seletivo vai preencher 2.000 vagas para curso da PMRJ

Tânia Rego/Agência Brasil

O processo seletivo para preencher 2.000 vagas para o curso de formação de soldados da PMRJ (Polícia Militar do Rio de Janeiro) será retomado neste mês, após a contratação da FGV (Fundação Getulio Vargas) para realizar o concurso. A autorização para contratar a FGV foi publicada na edição desta sexta-feira (1º) do Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro.

Destinado a preencher parte do efetivo da corporação, o concurso foi suspenso no fim de agosto deste ano em função de falha na aplicação da primeira prova objetiva escrita. Em consequência da irregularidade, foi rompido o contrato com o Ibade (Instituto Brasileiro de Apoio de Desenvolvimento Executivo), instituição que venceu a licitação no início do ano, para realizar o concurso.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Durante o período de paralisação do processo seletivo, a Polícia Militar resolveu também uma questão jurídica que surgiu em outubro, quando o STF (Supremo Tribunal Federal) determinou a suspensão do concurso por considerar inconstitucional a cláusula do edital que limitava o ingresso de mulheres com uma cota de 10%. Um acordo obtido pela Procuradoria-Geral do Estado junto ao STF garantiu a continuidade do concurso, com a eliminação da cláusula. Ficou estabelecido que a classificação passa a ser pelo critério de notas, independentemente do sexo do candidato.

A Diretoria de Recrutamento e Seleção de Pessoal da Polícia Militar já iniciou os entendimentos com a FGV para estabelecer um novo calendário de provas. De acordo com a Diretoria de Recrutamento, os quase 120 mil candidatos inscritos não serão prejudicados.

Últimas