Corpo do menino Ítalo é enterrado na Baixada Fluminense

Responsável pelo inquérito, a DHBF apura se a morte de um homem na região teria relação com o crime em São João de Meriti

Ítalo morreu baleado na porta de casa

Ítalo morreu baleado na porta de casa

Reprodução

O corpo do menino Ítalo, de 7 anos foi sepultado na manhã desta quinta-feira (2) no cemitério de Vila Rosário em São João de Meriti, Baixada Fluminense. Ele é a quarta criança morta em menos de uma semana por bala perdida no Estado.

A DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense), responsável pelo inquérito, apura se a morte de um homem na região teria alguma relação com o crime.

Para os policiais, o suspeito pode ser o responsável pelos tiros que mataram o menino. As imagens das câmeras de segurança do local estão sendo analisadas.

O caso

Ítalo foi morto com um tiro na cabeça, quando brincava na porta de casa em São João de Meriti.

O menino foi socorrido em uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos.

No local, a Polícia Militar disse que fazia um patrulhamento quando dois homens atiraram contra a viatura. Os policiais informaram que não revidaram.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira