Rio de Janeiro Covid-19: Rio anuncia medidas para aumentar o número de leitos

Covid-19: Rio anuncia medidas para aumentar o número de leitos

Entre as ações estão aberturas de 214 vagas em sete hospitais e suspensão de cirurgias eletivas na rede SUS a partir do dia 7 de dezembro

  • Rio de Janeiro | Isabela Afonso, do R7*

Estado já registra 22.028 óbitos pela covid-19

Estado já registra 22.028 óbitos pela covid-19

Diego Vara / Agência Brasil

As secretarias Municipal e  Estadual de Saúde em parceria com o Ministério da Saúde anunciaram, nesta segunda-feira (23), medidas para aumentar o número de leitos para pacientes com covid-19 no Rio de Janeiro.

Leia também: Governo manterá gabinete de intervenção no Rio por mais um ano

Entre as ações estão aberturas de 214 leitos em sete hospitais e suspensão de cirurgias eletivas em unidades de urgência e emergência da rede SUS (Sistema Único de Saúde) no Rio, a partir do dia 7 de dezembro.

No entanto, as cirurgias eletivas de alta complexidade, como oncológica, bariátrica, vasculares, ortopédicas e neurológicas, estão mantidas. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, as vagas serão abertas nas seguintes unidades: Hospital Estadual Anchieta (25), Hospital Universitário Pedro Ernesto (45), Hospital São Francisco na Providência de Deus (60), Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (25), Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (13), Instituto Nacional de Infectogia Evandro Chagas, da Fiocruz (36), e Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião (10).

A decisão foi tomada em reunião virtual após a taxa de ocupação nas UTIs (Unidade de Tratamento Intensivo) atingir 87% no município e 70% no Estado.  As autoridades informaram ainda que as ações podem ser revistas em encontros semanais entre os órgãos.

No último boletim divulgado pelo governo estadual, nesta segunda, o Estado já havia registrado 22.028 óbitos e 338.688 casos confirmados do novo coronavírus.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas