Rio de Janeiro Covid-19: Rio tenta negociar compra da Pfizer para vacinar crianças

Covid-19: Rio tenta negociar compra da Pfizer para vacinar crianças

Com 80% da população total vacinada com duas doses, Comitê Científico recomendou a imunização de crianças de 5 a 11 anos

  • Rio de Janeiro | Rafaela Oliveira, do R7*, com Record TV Rio

Rio negociará com Pfizer para vacinar crianças

Rio negociará com Pfizer para vacinar crianças

EFE/EPA/CHAMILA KARUNARATHNE

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro anunciou, na terça-feira (21), que iniciou uma negociação com a Pfizer para começar a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19. Após reunião, o Comitê Científico recomendou que a cidade comece esta fase da imunização

Na tarde de ontem, a capital fluminense atingiu a marca de 80% da população total vacinada com pelo menos duas doses (ou dose única). O número representa mais de 5,2 milhões de pessoas imunizadas.

O secretário de Saúde, Daniel Soranz, ressaltou, pelas redes sociais, que a proteção com duas doses tende a diminuir ao longo do tempo. "Por isso é necessário que todos façam a dose de reforço em até cinco meses", destacou.

Até as 8h desta quarta-feira, a rede municipal de saúde do Rio tinha 24 pessoas internadas com o novo coronavírus. Houve uma diminuição de 0,4% de internações em relação às últimas semanas. 

Cariocas com 56 anos ou mais recebem a dose de reforço nesta semana que antecede o Natal. 

*Estagiária do R7, sob supervisão Celso Fonseca 

Últimas