Rio de Janeiro Criança autista é resgatada com sinais de maus-tratos no RJ

Criança autista é resgatada com sinais de maus-tratos no RJ

Menino segue internado com quadro de desidratação e lesões na pele. Mãe e avó foram presas na Baixada Fluminense

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*, com Adriana Rezende, da Record TV

Criança ficava confinada

Criança ficava confinada

Reprodução/Record TV Rio

Uma criança autista de oito anos foi resgatada, nesta segunda-feira (17), de uma casa onde era mantida em condições precárias pela mãe e pela avó em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. As duas foram presas por agentes da 54ª DP (Belford Roxo) por cárcere privado e tortura qualificada - em razão de a vítima ser criança.

A Polícia Civil e o Conselho Tutelar chegaram até o local após denúncias de vizinhos. No domingo (16), um dos moradores teria conseguido pular o muro e fazer imagens do pequeno cômodo onde o menino ficava confinado, sem acesso ao banheiro. 

A criança foi encontrada com marcas na cintura e nas costas, que indicam que ela pode ter sido amarrada. Junto ao menino, havia dois brinquedos e um pedaço de cobertor.

Uma testemunha disse à Record TV que já tinha visto a vítima dentro de uma lixeira e que ela sofria muito, inclusive com falta de higiene e alimentos. 

A criança foi levada ao Hospital Municipal de Belford Roxo, na mesma região. Em nota, a prefeitura confirmou os sinais de maus-tratos, além de um quadro de desidratação e lesões dermatológicas. O menino segue internado sob cuidados de uma equipe multidisciplinar.

"Pelo aspecto físico da criança, desnutrição e uma série de hematomas de momentos diversos, o que caracteriza a síndrome da criança espancada, esse menor vinha sofrendo maus-tratos há um bom tempo, e estava em local totalmente insalubre, no qual ele não conseguia sequer se levantar direito, não tinha alimentação, não tinha banheiro. Ele não tinha assistência de qualquer adulto, uma criança de oito anos, durante horas, quem sabe dias", disse o delegado Alexandre Netto. 

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas