Rio de Janeiro Disque Denúncia pede informações sobre morte de fotógrafo no RJ

Disque Denúncia pede informações sobre morte de fotógrafo no RJ

Thiago Freitas de Souza, de 32 anos, foi baleado após pedir silêncio a traficantes para que a filha pudesse dormir

A polícia busca os suspeitos envolvidos na morte do fotógrafo Thiago Freitas de Souza, de 32 anos, morto a tiros no último sábado (15), na comunidade do Santo Cristo, em Niterói, na região metropolitana do Rio. O Disque Denúncia divulgou um cartaz em que pede informações que ajudem a identificar os criminosos.

Disque Denúncia pede informações

Disque Denúncia pede informações

Divulgação/Portal dos Procurados

A DHNSGI (Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí) está encarregada do caso. De acordo com as investigações, Thiago foi morto após pedir silêncio a traficantes para que a filha pudesse dormir.

O Disque Denúncia recebe informações, com garantia de anonimato, nos canais de atendimento:

- WhatsApp: do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099
- Telefone: (21) 2253 1177 ou 0300-253-1177
- Aplicativo: "Disque Denúncia RJ"
- Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/
- Twitter: https://twitter.com/PProcurados

O caso

O fotógrafo Thiago teria reclamado do som alto que criminosos faziam perto da sua casa. Segundo a polícia, ele estava com a esposa e a filha de cinco anos, que teria acordado com o barulho, quando ouviram traficantes no local.

Thiago pediu para que os suspeitos saíssem do portão de sua casa e foi baleado na cabeça. Os familiares levaram o fotógrafo para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, onde foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

No início da manhã, as comunidades Santo Cristo e Coronel Leôncio foram alvos de uma invasão de traficantes. Segundo informações iniciais, a região estava sob uma disputa de território entre traficantes de diferentes facções.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas