Rio de Janeiro Duas pessoas morrem após serem baleadas em confronto no Rio

Duas pessoas morrem após serem baleadas em confronto no Rio

Tiroteio teria começado quando traficantes dos morros da Coroa e Fallet/Fogueteiro invadiram o Complexo do Estácio na noite desta quarta-feira

  • Rio de Janeiro | Ana Beatriz Araújo, do R7*, com Record TV Rio

Duas pessoas morreram após serem baleada durante confronto entre quadrilhas rivais no Complexo do São Carlos, no Estácio, região central do Rio. Outras cinco pessoas ficaram feridas.

Invasão iniciou tiroteio que matou duas pessoas no Rio

Invasão iniciou tiroteio que matou duas pessoas no Rio

Ricardo Moraes/Reuters - 27.08.2020

Ana Cristina da Silva, de 25 anos, estava dentro do carro quando foi surpreendida pela ação dos bandidos. Ela foi atingida na cabeça e no peito e encaminhada ao Hospital Municipal Souza Aguiar, mas não resistiu aos ferimentos. A outra vítima não foi identificada.

Segundo a PM, no início da noite desta quarta-feira (26), criminosos dos morros da Coroa e Fallet/Fogueteiro invadiram as comunidades do Catumbi, Querosene, Rio Comprido e São Carlos. Houve um intenso tiroteio que assustou moradores e comerciantes. Muitos trabalhadores não conseguiram voltar para casa e tiveram que se abrigar em quiosques.

“Foi tiro para todo lado, metralhadora, bomba... Tive que aguardar para poder ficar em segurança.”, afirmou o consultor financeiros Carlos Moreno, em entrevista à Record TV Rio.

De acordo com os moradores, foram pelo menos 2 horas de intenso confronto. Dois blindados da polícia se deslocaram até o local para reforçar a segurança nos principais acessos das comunidades.

“Muito desespero, mas é a realidade hoje, infelizmente,” disse Carlos.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que instaurou um inquérito para apurar as mortes . A 6ª DP (Cidade Nova) está investigando os envolvidos na invasão.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Paulo Guilherme

Últimas