Rio de Janeiro Em menos de 24 horas, dois PMs são mortos a tiros no RJ 

Em menos de 24 horas, dois PMs são mortos a tiros no RJ 

Leonardo da Silva foi atingido após reagir a tentativa assalto em pizzaria e Alexandro Ribeiro foi atacado quando fazia patrulhamento de rotina 

Leonardo e Alexandro foram mortos a tiros

Leonardo e Alexandro foram mortos a tiros

Reprodução/Redes Sociais

Dois policiais militares foram mortos a tiros entre a tarde do último domingo (9) e a madrugada desta segunda-feira (10) no Rio de Janeiro.

O soldado Leonardo Silveira da Silva, de 33 anos, foi atingido após reagir a uma tentativa assalto a uma pizzaria em Marechal Hermes, na zona norte do Rio, no fim da tarde de ontem. Ele estava no restaurante quando homens armados entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto. O PM reagiu, houve troca de tiros e ele acabou baleado. Um entregador da pizzaria também foi atingido. Os suspeitos fugiram sem levar nada.

As vítimas foram socorridas e levadas para o Hospital Estadual Carlos Chagas, também em Marechal Hermes. O policial, lotado no 2º BPM (Botafogo), morreu ao dar entrada na unidade de saúde e o funcionário da pizzaria segue internado.

Equipes da DH-Capital (Divisão de Homicídios da Capital), responsável pelo caso, estiveram no local do crime. A Polícia Civil vai analisar as imagens das câmeras de segurança da pizzaria e do entorno do estabelecimento para tentar identificar os assassinos. 

A segunda morte aconteceu na madrugada desta segunda em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O cabo Alexandro de Lima Ribeiro, de 29 anos, fazia o patrulhamento de rotina no entorno do DPO (Destacamento de Policiamento Ostensivo) localizado no Morro do Badu, no bairro Jardim Primavera, quando criminosos atacaram a viatura em que estava.

Houve troca de tiros e o policial foi atingido. Ele chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, mas não resistiu.

As investigações da morte do agente estão a cargo da DHFB (Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense).

O policial era lotado no 15º BPM (Duque de Caxias) e deixa dois filhos.

Com a morte do soldado Leonardo e do cabo Alexandro, chega a 68 o número de policiais militares mortos em 2018 no estado do Rio de Janeiro.

Na mesma madrugada, o cabo Nathan de Azevedo Ferreira, também lotado no 15°BPM, foi baleado na Favela da Mangueirinha, no bairro Centenário, em Duque de Caxias, durante a verificação de uma denúncia. Ao chegar ao local, os agentes foram recebidos a tiros, revidaram e no confronto o cabo foi atingido.

Nathan foi levado ao Hospital Municipal Dr Moacyr Rodrigues do Carmo e depois transferido para um hospital particular. De acordo com os médicos, seu quadro de saúde é estável. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.