Ex-cunhado de Shanna Garcia presta depoimento à Polícia Civil no Rio

Apesar de ser apontado por filha de bicheiro como mandante do atentado, homem não é considerado  suspeito por investigadores da DH-Capital

Ex-cunhado de shanna foi escoltado até delegacia

Ex-cunhado de shanna foi escoltado até delegacia

Reprodução/Record TV Rio

O ex-cunhado de Shanna Garcia foi à DH-Capital (Delegacia de Homicídios), na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (18) para prestar depoimento sobre o atentado sofrido pela filha do bicheiro Waldomiro Paes Garcia, o Maninho. O depoente chegou escoltado por agentes da Polícia Civil.

Ele é acusado por Shanna de ser o mentor do ataque a tiros contra ela no último dia 8, em um centro comercial no Recreio dos Bandeirantes, também na zona oeste da cidade. De acordo com a vítima, o ex-cunhado teria a ameaçado de morte devido à disputa de bens fruto de uma herança deixada por Maninho.

“Tenho desconfiança do meu ex-cunhado. Você vê, eu estava sozinha, não ando com segurança, ele anda. Já teve uma situação que ele me ameaçou. Registrei uma ameaça em 2016, até dei depoimento aqui”, disse Shanna na última quinta-feira (17), antes de ser ouvida na DH-Capital.

Embora seja apontado pela vítima como suspeito, o delegado Daniel Rosa, responsável pelas investigações, disse que o ex-cunhado de Shanna prestou o depoimento na condição de ouvinte.

De acordo com Rosa, a Polícia Civil não pode revelar maiores detalhes da investigação para não atrapalhar o processo de apuração.

Inicialmente investigado pela 16ª DP (Barra da Tijuca), o caso foi transferido para DH-Capital por ter características similares ao da morte do irmão de Shanna, Myro Garcia, em 2017.

Assista: Filha de bicheiro atacada a tiros presta esclarecimentos sobre atentado no Rio

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira