Rio de Janeiro Ex-fuzileiro naval é morto após discussão na Baixada Fluminense 

Ex-fuzileiro naval é morto após discussão na Baixada Fluminense 

Segundo testemunhas, autor do crime era amigo da vítima e fez ameaças recentes por ciúmes da ex-mulher

Um ex-fuzileiro naval foi assassinado a tiros após uma discussão em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, no último domingo (17). Jonathan de Oliveira Serra, de 26 anos, foi atingido no pescoço durante uma partida de futebol.

Ex-fuzileiro é morto na Baixada

Ex-fuzileiro é morto na Baixada

Divulgação/Record TV Rio

Segundo testemunhas, o autor do crime é um amigo de Jonathan. Ele e a vítima tiveram desentendimentos recentes porque o ex-fuzileiro naval namorou a ex-mulher do suspeito.

Jonathan andava armado por causa de ameaças feitas pelo amigo, que não aceitava o fim do relacionamento com a ex-companheira. No dia do crime, os dois discutiram e a vítima foi baleada.

O ex-fuzileiro chegou a ser socorrido com vida para uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Duque de Caxias, mas não resistiu aos ferimentos. Ele foi enterrado, nesta terça-feira (20), no cemitério de Irajá, na zona norte do Rio de Janeiro.

A mãe de Jonathan desabafou durante o sepultamento do filho: “meu orgulho, meu herói, meu guerreiro, minha vida e meu oxigênio”.

Em nota, a Marinha do Brasil lamentou o ocorrido e se solidarizou com os familiares. O Comando do 1° Distrito Naval informou que Jonathan foi licenciado do serviço ativo no dia 30 de setembro.

O caso é investigado pela DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense).

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas