Rio de Janeiro Fiscalização notifica 12 escolas de samba do grupo especial do Rio por irregularidades trabalhistas

Fiscalização notifica 12 escolas de samba do grupo especial do Rio por irregularidades trabalhistas

Na quarta (31), a Superintendência Regional do Trabalho e a Polícia Federal fizeram uma operação nos barracões, na Cidade de Samba

  • Rio de Janeiro | Da Agência Brasil

Operação fiscalizou barracões na Cidade do Samba

Operação fiscalizou barracões na Cidade do Samba

Fernando Frazão/Agência Brasil

A fiscalização do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) notificou as 12 escolas de samba do grupo especial, a Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba) e a empresa terceirizada Facilitydoc, responsável pela engenharia e segurança do trabalho na Cidade do Samba, por conta de irregularidades trabalhistas.

Eles deverão apresentar documentos referentes à remuneração e jornada dos trabalhadores, que serão analisados por fiscais. A ação foi pedida pelo MPT-RJ (Ministério Público do Trabalho).

Nessa quarta-feira (31), a Superintendência Regional do Trabalho, em conjunto com a Polícia Federal, realizou uma operação para apurar irregularidades trabalhistas nos barracões de todas as escolas de samba do Rio, na Cidade do Samba.

Segundo a fiscalização, foram encontradas em algumas das agremiações carnavalescas, que não foram identificadas, irregularidades envolvendo carteira de trabalho não assinada e atraso no pagamento de salário. Após a análise dos documentos apresentados, caso sejam identificadas irregularidades, outros autos de infração serão lavrados.

A operação teve ainda duas ocorrências de embaraço à fiscalização, de acordo com o MTE. Em duas escolas de samba, os trabalhadores foram orientados a deixar o local no momento em que a equipe de auditores acessava os barracões. Nas demais escolas, foi possível efetuar a fiscalização sem intercorrências.

As 12 Escolas de Samba do Grupo Especial são Porto da Pedra, Beija-Flor, Salgueiro, Grande Rio, Unidos da Tijuca, Imperatriz, Mocidade, Portela, Vila Isabel, Mangueira, Paraíso do Tuiuti e Viradouro.

Últimas