Rio de Janeiro Flordelis não vai falar sobre filho que a colocou como suspeita

Flordelis não vai falar sobre filho que a colocou como suspeita

Delegada responsável pela investigação da morte de Anderson do Carmo, marido da deputada federal, vai dar entrevista coletiva nesta sexta-feira

Filho diz que Flordelis pode estar envolvida em morte

Filho diz que Flordelis pode estar envolvida em morte

Estefan Radovicz/Agência O Dia

Após ser apontada como suspeita na morte do pastor Anderson do Carmo por um terceiro filho, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) não quis se pronunciar sobre o depoimento, segundo a Record TV. Nesta sexta-feira (21), a delegada Barbara Lomba, da DHNSGI (Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo), vai dar uma entrevista coletiva para dar mais detalhes sobre o caso.

Ontem, um dos filhos de Flordelis, que não teve a identidade revelada, prestou depoimento e disse desconfiar de uma possível participação da mãe e de três irmãs, além dos dois irmãos presos, na morte do pastor, no último domingo (16).

Dos dois presos suspeitos de participação na morte de Anderson, um era enteado da vítima e filho biológico da deputada federal Flordelis e é apontado como responsável por efetuar os disparos contra o pastor. O outro, filho adotivo do casal, é suspeito de ter adquirido a pistola usada no crime.

Os dois irmãos foram colocados frente a frente na DH para esclarecer os fatos. O filho biológico da deputada, então, confessou ter cometido o assassinato.

O depoimento do terceiro filho de Flordelis deu uma reviravolta no caso, já que coloca mais quatro pessoas da família como suspeita — as três irmãs e a própria deputada. No entanto, ainda não há detalhes sobre o que ele disse aos policiais.

Veja a reportagem: