Rio de Janeiro Governo do RJ cria catálogo virtual para estimular adoção de animais

Governo do RJ cria catálogo virtual para estimular adoção de animais

Ação é parte do programa “Amor Delivery” que resgata cães e gatos abandonados no Estado. Bichinhos são entregues em domicílio

  • Rio de Janeiro | Isabela Afonso, do R7*

Winnie é uma das cadela adotadas pelo programa

Winnie é uma das cadela adotadas pelo programa

Reprodução

O governo do Rio, por meio da Supan (Subsecretaria de Proteção e Bem Estar Animal), criou um catálogo virtual para estimular a adoção de cães e gatos no Rio de Janeiro.

A ação é parte do programa “Amor Delivery” que resgata os animais abandonados e vítimas de maus-tratos.

“Os animais só são disponibilizados para adoção após alta clínica. Também fazemos uma entrevista com o adotante para saber se está apto a receber o animal”, ressalta a subsecretária de Proteção e Bem Estar Animal do Estado, Karla de Lucas.

Um levantamento feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), junto com o Instituto Pet Brasil, calcula que o Estado do Rio tenha cerca de 3,4 milhões de animais em situação de rua.

Devido à pandemia do novo coronavírus, houve um aumento de cerca de 40% deste número.

Animais adotados

Cãozinho Théo ganhou novo lar

Cãozinho Théo ganhou novo lar

Reprodução

Dois cães abandonados foram adotados nesta terça-feira (14). Théo, de 4 meses, e Winnie, de 7, ganharam novo lares.

Desde fevereiro, já foram realizadas 55 adoções por meio do programa.

Como adotar?

O processo para conhecer os animais é simples. Basta entrar no site bit.ly/adotepelasupan para ver o catálogo disponibilizado. 

Como o Estado não tem abrigo, os bichinhos são acolhidos em lares temporários, recebem vacinas e são vermifugados após o resgate.

A Supan realiza entrevista com as pessoas que desejam fazer a adoção. Os animais são entregues em domicílio ao novo dono.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas