Rio de Janeiro Homem é preso por manter garotas de programa em cárcere privado 

Homem é preso por manter garotas de programa em cárcere privado 

Criminoso estuprava vítimas que eram mantidas em espécie de calabouço em sua residência

Um homem que estuprava e mantinha garotas de programa em cárcere privado foi preso nesta quarta-feira (22). As vítimas eram mantidas em uma espécie de calabouço e sem acesso aos celulares.

Agentes da 58ª DP investigaram o caso

Agentes da 58ª DP investigaram o caso

Divulgação/Polícia Civil

Segundo os agentes da 58ª DP (Posse), o violentador contratava mulheres em sites e aplicativos. Elas chegavam em sua casa e eram rendidas com um revólver.

No local, o homem obrigava que as vítimas tivessem relações sexuais com ele, enquanto eram mantidas privadas de liberdade em uma espécie de calabouço e sem acesso aos celulares.

A polícia encontrou documentos falsos, cartões de crédito em nome de várias pessoas e máquinas de cartão na residência do criminoso. O material foi apreendido e será utilizado em apurações futuras.

As investigações começaram depois que uma das vítimas procurou a polícia. Ela contou que, no dia 18 de setembro, sofreu abuso sexual pelo criminoso e foi mantida privada de liberdade.

Pelo menos outras cinco vítimas foram identificadas até o momento, mas as investigações indicam que o número é maior.

A equipe da 58ª DP (Posse) tem o objetivo de identificar outras mulheres que possam contribuir com as investigações. Qualquer pessoa que tenha passado por situação semelhante pode procurar a delegacia pelo telefone 98096-1110.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.

Últimas