Rio de Janeiro Homem morto com tiro de fuzil estava sozinho em carro, diz família

Homem morto com tiro de fuzil estava sozinho em carro, diz família

Leandro foi morto após entregar cesta básica para um amigo na zona norte do Rio; PM afirma que houve troca de tiros onde vítima foi atingida

Leandro era corretor de imóveis e deixa dois filhos

Leandro era corretor de imóveis e deixa dois filhos

Reprodução

A família de corretor de imóveis morto com tiro de fuzil em Cordovil, zona norte do Rio, defende que a vítima estava sozinha no veículo e desarmardo.

Veja também: MP investiga compras suspeitas de respiradores pelo governo do RJ

Leandro Rodrigues da Matta, de 40 anos, foi baleado após entregar uma cesta básica para um amigo que estava com dificuldades financeiras, em 28 de abril.

De acordo com a Record TV Rio, Leandro saiu de Mesquita e, após entregar os mantimentos, entrou no carro. A vítima dirigiu mais alguns metros, até encontrar uma viatura da polícia, onde foi baleado. Ele levou apenas um tiro, que acertou o para-brisas e foi encaminhado para o Hospital Municipal Getúlio Vargas, na Penha, zona norte, mas não resistiu.

Em entrevista à Record TV Rio, a viúva de Leandro, Ana Paula da Matta, pediu justiça e afirmou que o marido não era bandido.

"Era um homem trabalhador, honesto e estava doando alimento para as pessoas necessitadas. Quero a verdade, que o Estado me dê as respostas."

Segundo a Polícia Militar, durante um patrulhamento no bairro, agentes encontraram um carro na contramão. Os policiais pediram para o motorista parar e foram feitos disparos do carro contra a equipe policial, que reagiu.

Ainda segundo a PM, alguns homens fugiram e, em seguida, os policiais encontraram o homem ferido com um tiro de fuzil dentro do veículo.

A DH-Capital (Delegacia de Homicídios da Capital) afirmou que foi realizada a perícia no local e testemunhas e familiares já foram ouvidos.

Durante a perícia, agentes da DH foram atacados por criminosos armados. Foi instaurado um inquérito para apurar o ataque e os suspeitos foram identificados.

*Sob supervisão de Thiago Calil

Últimas