Rio de Janeiro Homem se atira da ponte Rio-Niterói após matar a ex-mulher

Homem se atira da ponte Rio-Niterói após matar a ex-mulher

Bruna Araújo foi atacada a tiros e golpes de marreta; assassino tirou a própria vida após cometer o crime

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*, com Record TV Rio

Morte é investigada pela DHNSG

Morte é investigada pela DHNSG

Divulgação/ Polícia Civil

Um homem matou a ex-mulher, identificada como Bruna Araújo de Souza, de 31 anos, a tiros e golpes de marreta em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, e, em seguida, se jogou da ponte Rio-Niterói, nesta quinta-feira (13).

O feminicídio ocorreu no bairro Rio do Ouro. Moradores acionaram policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo), que foram para a rua Renato Girardi.

Segundo a corporação, vizinhos contaram que Haroldo da Silva Amorim, de 41 anos, deixou a cena do crime com um carro roubado de uma oficina.

Na fuga, ele parou o veículo na ponte Rio-Niterói e se atirou de uma altura de aproximadamente 70 metros. A Polícia Rodoviária Federal confirmou a morte. 

O Instituto Fogo Cruzado apontou Bruna Araújo como a primeira vítima de feminicídio por violência armada na região metropolitana do Rio em 2022. De acordo com o instituto, ela teria ido buscar itens pessoais na casa do ex-marido, onde foi atacada.

A DHNSG (Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí) afirmou que foi acionada para o caso e que a perícia foi realizada no local do crime. O corpo da vítima foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) da região. 

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas