Rio de Janeiro Imóveis de luxo da família Marinho estão na mira da Justiça

Imóveis de luxo da família Marinho estão na mira da Justiça

Duas mansões no meio da Mata Atlântica não teriam respeitado leis ambientais. Um apartamento em Ipanema foi reformado sem autorizações

  • Rio de Janeiro | Do R7, com informações da Record TV

Imóveis de luxo da família Marinho, no Rio de Janeiro, estão na mira da Justiça. Duas mansões erguidas em Paraty e em Angra dos Reis, no meio da Mata Atlântica, não teriam respeitado as leis ambientais e os danos à natureza foram considerados graves. O MPF (Ministério Público Federal) já pediu a demolição de uma delas. Além delas, uma cobertura em Ipanema, em um dos endereços mais caros do país, foi completamente reformada sem as autorizações obrigatórias e já recebeu quase R$ 500 mil em multas.

Clique aqui para assistir à reportagem completa

A mansão em Paraty pertence a Paula Marinho, filha de João Roberto Marinho, vice-presidente das Organizações Globo. Ela é acusada de privatizar a praia de Santa Rita por impedir o acesso à faixa de areia. Nesse processo, a procuradora Monica Cheker cita a apropriação indevida da praia e alerta para a exagerada instalação de boias para afastar barcos.

Matéria mostra imóveis irregulares da família Marinho

Matéria mostra imóveis irregulares da família Marinho

Reprodução/TV Record

Também no litoral do Rio, outra propriedade ligada à família Marinho, na Ilha da Josefa, em Angra dos Reis, foi construída às custas de danos ambientais. O MPF pede a demolição das construções irregulares.

Paula Marinho é proprietária também de um apartamento na Zona Sul do Rio de Janeiro cuja reforma foi alvo de reclamações na Ouvidora da prefeitura. Sem ter autorizações, as modificações foram realizadas e agora o caso segue na Justiça.

Últimas