Rio de Janeiro Jacarezinho: MP-RJ dá prazo de 10 dias para que polícia envie laudos

Jacarezinho: MP-RJ dá prazo de 10 dias para que polícia envie laudos

Força-tarefa criada pelo Ministério para apurar operação policial já colheu depoimentos de 11 testemunhas

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*

MP-RJ solicitou laudos da operação policial no Jacarezinho

MP-RJ solicitou laudos da operação policial no Jacarezinho

Agência Brasil

O MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) requisitou que a Polícia Civil envie em até dez dias todas as informações e imagens aéreas da operação realizada no Jacarezinho, que deixou 28 mortos, no último dia 6.

Na sexta-feira (21), por meio de uma força-tarefa criada pelo órgão para apurar as mortes e possíveis irregularidades que tenham ocorrido durante a ação, o MP-RJ solicitou ao IML (Instituto Médico Legal) a conclusão e o envio dos laudos de necropsia, esquema de lesões e o registro fotográfico de ferimentos.

Segundo o Ministério Público, a documentação será analisada por um perito independente. Além disso, o órgão informou que as autópsias foram acompanhadas por um perito do MP-RJ junto ao IML e que roupas dos mortos na ação serão enviadas a órgão externo à Polícia Civil para uma perícia técnico-científica.

A força-tarefa afirmou já ter colhido 11 depoimentos de testemunhas, entre pessoas que presenciaram a ação e a remoção dos corpos na ocasião da operação. Fotos e vídeos encaminhados pelos moradores da comunidade também estão sendo analisados pelo MP-RJ, assim como os boletins de atendimento médico das vítimas.

O MP-RJ reforçou que ainda está aberto ao contato com entidades da sociedade civil e com as instituições da Justiça para identificar testemunhas e outros elementos para apurar os eventos que ocorreram durante a operação.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas