Rio de Janeiro Jovem de favela comandada por facção rival é estuprada e morta por traficantes na zona norte do Rio

Jovem de favela comandada por facção rival é estuprada e morta por traficantes na zona norte do Rio

Amigo dela também foi sequestrado, mas escapou com vida

Jovem de favela comandada por facção rival é estuprada e morta por traficantes na zona norte do Rio

O amigo da menina estuprada conseguiu escapar, mas levou 40 pontos na cabeça por causa das agressões

O amigo da menina estuprada conseguiu escapar, mas levou 40 pontos na cabeça por causa das agressões

Reprodução/Rede Record

Um casal de amigos foi sequestrado e torturado por traficantes da Comunidade do Chaves, em Barros Filho, na zona norte do Rio. A jovem foi estuprada e morta. O rapaz conseguiu fugir. O crime, que ocorreu há cerca de dez dias, teria acontecido porque as vítimas moram em uma comunidade rival.

Segundo a polícia, o jovens amigos estavam em um ponto de ônibus na Avenida Brasil, quando foram abordados por oito homens da Comunidade do Chaves. Os jovens são moradores da Comunidade da Quitanda, em Costa Barros e ficaram sob poder dos criminosos por 24 horas. Eles foram agredidos com socos, chutes e pedradas. Logo em seguida, foram atirados no Rio Acari.

A jovem, identificada como Andressa, de 19 anos, foi estuprada, não resistiu aos ferimentos e morreu. O rapaz, também com 19 anos, conseguiu fugir, mas foi ferido e levou 40 pontos na cabeça.

— Eles falavam: "vocês estão apanhando da gente porque vocês moram lá no Alemão [como são chamadas favelas rivais]". E a gente falava que não estava morando lá, mas eles não acreditavam.

Os agentes da Delegacia da Pavuna (39ª DP) estão procurando os responsáveis pelo crime.

  Assista ao vídeo: