Rio de Janeiro Justiça concede regime aberto a condenado pela morte de João Hélio

Justiça concede regime aberto a condenado pela morte de João Hélio

O homem participou do assassinato do menino de 6 anos, que morreu durante um assalto em um sinal de trânsito, na zona norte do Rio

  • Rio de Janeiro | Maria Eduarda Aloan, do R7* com a Record TV

Homem é um dos participantes do assassinato de João Hélio

Homem é um dos participantes do assassinato de João Hélio

Reprodução Record TV

A Justiça concedeu um benefício para um dos cinco homens condenados pela morte do menino João Hélio, de 6 anos, ocorrida em 2007.

A vara de execuções penais determinou a soltura de Carlos Roberto da Silva do Complexo de Bangu, na zona oeste do Rio, nesta quinta-feira (29).

Ele passou para regime aberto e vai ficar em prisão albergue domiciliar com monitoramento eletrônico. 

Carlos Roberto foi um dos participantes do assassinato de João Hélio, que morreu durante um assalto em um sinal de trânsito na zona norte da capital fluminense.

A família da criança conseguiu sair do carro, mas o menino ficou preso no cinto de segurança. Ele morreu após ser arrastado por um percurso de sete quilômetros. 

*Estagiária do R7 sob supervisão de Ana Vinhas

Últimas