Rio de Janeiro Justiça decreta prisão preventiva de suspeito de agredir MC Marcelly

Justiça decreta prisão preventiva de suspeito de agredir MC Marcelly

Marido da cantora foi preso em flagrante após operação da PM. Ele teria mantido a mulher em cárcere privado por cinco dias

Juíza considerou que liberdade do homem colocaria vida da MC em risco

Juíza considerou que liberdade do homem colocaria vida da MC em risco

Reprodução

A juíza Rachel Assad da Cunha, do PJ-ERJ (Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro) decretou nesta terça-feira (4) a prisão preventiva do suspeito de agredir e manter em cárcere privado a cantora MC Marcelly. A decisão veio após realização de audiência de custódia com o agressor, que foi preso em flagrante após operação da Polícia Militar

Na decisão, a juíza relembrou as informações relatadas no auto de prisão em flagrante de Francimar. De acordo com o documento,  a MC Marcelly revelou que desde o dia 28 de abril estava com a sua liberdade restringida dentro do quarto do casal, tendo sido agredida e ameaçada por diversas vezes.

Em determinado momento, ela teria obtido o celular do marido para pedir ajuda a seu irmão, que acionou policiais militares. Os agentes chegaram ao local e encontraram a vítima ainda trancada no quarto e com sinais visíveis de agressão. 

“A agressividade do custodiado demonstra que a ordem pública restará em grave risco com a sua permanência em liberdade, visto que há grave risco de reincidência criminosa e possível escalonamento desta, inclusive com risco de vida para a vítima”, escreveu a juíza. 

Últimas